Pato marca e Milan está na semifinal da Copa da Itália

Atacante brasileiro fez os dois gols na vitória de 2 a 1 sobre o Sampdoria

Com uma atuação inspirada de Alexandre Pato, o Milan derrotou o Sampdoria por 2 a 1, nesta quarta-feira, na casa do adversário, e se classificou para a semifinal da Copa da Itália. O atacante brasileiro marcou os dois gols do confronto, sendo que o segundo foi feito com muita classe. O adversário do time rubro-negro na próxima fase será o Palermo.

A força ofensiva do Milan ficou evidente logo no início do confronto. Com um meio de campo de marcação, principalmente com a participação do holandês Van Bommel, os meias e atacantes rubro-negros puderam ficar mais soltos.

E essa postura do time milanês ajudou o atacante brasileiro Alexandre Pato a marcar o primeiro gol. Aos 17 minutos, após uma bola cruzada na área do Sampdoria, o zagueiro Thiago Silva ajeitou de cabeça e Pato, de primeira, chutou de esquerda para abrir o placar.



A vantagem obrigou o time da casa a se lançar ao ataque. Desta forma, sobrou mais espaço para os atacantes do Milan. Melhor para Alexandre Pato que, aos 22 minutos, fez um belo gol, o segundo na partida. O atacante rubro-negro recebeu um passe na intermediária, deu um drible humilhante no seu marcador, invadiu a área a bateu no alto, sem chance de defesa para o goleiro brasileiro Junior Costa.

O time visitante, com o domínio absoluto da partida, manteve a posse de bola e não permitiu que o Sampdoria tentasse diminuir a vantagem na primeira etapa.

O Milan voltou desatento para os 45 minutos finais. E o castigo surgiu logo aos cinco minutos, depois que Guberti marcou de cabeça, após bobeada da zaga, fazendo o primeiro do Sampdoria. O gol sofrido ligou o alerta no time milanês, que voltou a dominar o adversário.

O confronto ficou muito concentrado no meio de campo, sem que ambos os goleiros tivessem muito trabalho. Satisfeito com o resultado, o Milan não se arriscou ao ataque, preferindo trocar passes. Já o Sampdoria esbarrou na sua falta de criatividade para criar perigo ao gol rubro-negro.

Aos 33, Antonio Cassano, que se envolveu em polêmica com o presidente do Sampdoria por causa da sua recente saída do clube, entrou na vaga de Robinho, que teve atuação discreta. Muito vaiado, Cassano não conseguiu produzir jogadas interessantes.

No fim, Pato foi substituído por Ibrahimovic e saiu de campo aplaudido. Restou ao Milan segurar o jogo para garantir a vaga na semifinal da Copa da Itália.

Fonte: Globo Esporte, www.globoesporte.com