Pato promete dar fim ao mistério sobre "mascara" em comemoração

Pato promete dar fim ao mistério sobre "mascara" em comemoração

O mistério na comemoração de Alexandre Pato deve acabar em breve.

O mistério na comemoração de Alexandre Pato deve acabar em breve. Após mais um gol neste domingo, contra o Vitória, e mais uma aparição da ?máscara? que faz com as mãos em seu rosto, o atacante avisou que vai revelar logo o significado da nova mania que implantou no clube e em seus torcedores.

Em rara entrevista coletiva, nesta segunda-feira, no CT Joaquim Grava, o atacante brincou com a situação. Além disso, ele espera dissecar a comemoração após o jogo contra o Coritiba, domingo que vem, no Pacaembu.

- No domingo já vou revelar, mas não é nada muito sério (risos). Espero que dê tudo certo na quarta-feira (contra o Fluminense), para que domingo, em casa, eu já possa revelar ? afirmou Pato.

Apesar do mistério, o atacante aprovou a repercussão de sua comemoração diferente. Ele leva uma das mãos ao rosto, abre os dedos e forma uma espécie de máscara. A ?estreia? desse gesto foi contra o Bahia, em Salvador, quando ele fez dois gols.

- O mais engraçado é que tem um monte de gente fazendo isso, é legal. O pessoal está entrando nessa mania. É uma brincadeira, e logo vou falar ? prometeu o corintiano.

Contra o Vitória, Pato iria adicionar um ingrediente à comemoração. Logo após marcar, de pênalti, o segundo gol do Corinthians contra a equipe baiana, ele levou as mãos ao céu em homenagem ao avô, que morreu na semana passada. No entanto, foi ?engolido? pelo carinho dos companheiros.

- Queria fazer uma homenagem ao meu avô, mas o pessoal veio para cima de mim, todo mundo junto, aquele momento foi muito legal. Fico muito feliz de ter esse carinho dos jogadores, do treinador. Isso só demonstra como é o espírito no Corinthians ? celebrou Pato.

Com a convocação de Guerrero para a seleção peruana, o atacante será novamente titular contra o Fluminense, quarta-feira, no Maracanã. Ele é o artilheiro do Corinthians no Campeonato Brasileiro, com quatro gols.

Fonte: GloboEsporte