Patricia Amorim negocia premiação por metas com Ronaldinho

Patricia Amorim utiliza premiação por metas desde que assumiu o Flamengo

Sucesso com o Flamengo na campanha do hexacampeonato em 2009, a premiação por metas é mantida no clube até hoje. Ontem, a presidente Patricia Amorim foi ao Ninho do Urubu para discutir com Ronaldinho Gaúcho, capitão da equipe, a forma de pagamento e a premiação dependendo da posição alcançada pelo time no Campeonato Brasileiro e na Copa Sul-Americana.

O departamento de futebol fez uma proposta, mas não havia sido aprovada pela vice-presidência de finanças do clube. Por isso, a dirigente teve de ir ao Ninho do Urubu contornar e evitar que o problema se prolongasse.

Patricia Amorim sabe como lidar com o problema, já que, na época do goleiro Bruno como capitão, teve de fazer alguns acordos pessoalmente com o jogador.

Bruno foi o primeiro líder do grupo nesta gestão de premiação por metas. Isso foi considerado fundamental ao hexa e Patricia preferiu não acabar com o esquema quando assumiu a presidência do clube em 2010.

Fonte: Terra, www.terra.com.br