Amorim: tudo resolvido sobre Ibson, e Adriano em observação no FLA

Amorim: tudo resolvido sobre Ibson, e Adriano em observação no FLA

Presidente do Flamengo revela que fim da negociação com Santos está perto e diz que clube está fazendo a sua parte pela recuperação do atacante

No salão nobre da Gávea, Patricia Amorim recebeu funcionárias do Flamengo para um café da manhã em comemoração ao Dia das Mães na manhã desta terça-feira. Entre um paõzinho e outro, dois assuntos entraram no cardápio: Adriano, que faltou a algumas sessões de fisioterapia monitorada por funcionários do clube, e o acerto com Ibson. Segundo a dirigente, o atacante está sob observação, e a negociação com o jogador do Santos ficou bem próxima de um final feliz.

- Adriano está sob observação. Demos a mão ao jogador. O clube deu o suporte e, lá na frente, no fim da recuperação, vamos avaliar a decisão em relação a contratar ou não. Estamos fazendo a nossa parte ? afirmou Patricia Amorim, ao ser questionada sobre o atual momento do atacante.

Sem dar justificativa aos fisioterapeutas do Flamengo, Adriano sumiu de algumas sessões de fisioterapia, principalmente aos sábados e domingos. O médico José Luiz Runco, responsável pela segunda cirurgia no tendão de Aquiles do pé esquerdo do jogador, garantiu que a recuperação está boa, mas disse que ?se ele sai ou não à noite, isso já não é problema dele (Runco)?.

Sobre Ibson, a presidente revelou que o desfecho pode acontecer a qualquer momento. Na noite desta segunda-feira, Patricia Amorim ouviu do vice de finanças, Michel Levy, que a negociação está selada, com a expectativa de ser concretizada de forma oficial nesta terça-feira.

- Ainda não assinei os documentos, mas Levy disse que resolveu tudo nesta segunda-feira à noite ? disse Patricia.

- Pretendemos assinar hoje (terça) ainda, mas existe uma burocracia danada. Ele faria os exames médicos e seria apresentado amanhã - afirmou Levy.

Além de ceder David Braz e Galhardo para o Santos, o Flamengo também teve que dar garantias ao clube paulista de que assumirá o pagamento de cerca de R$ 2 milhões junto ao Spartak de Moscou, em dezembro.

No café da manhã com mães e funcionárias do Flamengo, Patricia exaltou os salários em dia e alertou para o ano de eleições no clube:

- É difícil uma mulher ser presidente, mas é possível. Há 28 meses, os funcionários estão com salários em dia. Estamos em um ano de política no clube, é preciso ter cuidado com todo esse ambiente.

Fonte: GloboEsporte.com