Patricia exalta conquistas como presidente do Flamengo

Presidente afirma que já cumpriu missão no comando do Rubro-Negro

Primeira mulher eleita para comandar o Flamengo na história, Patricia Amorim apareceu nesta segunda-feira (21) para dizer que, com a homologação do título de 1987, já cumpriu sua missão à frente do clube.

- Se eu deixasse de ser presidente hoje, eu me sentiria com a missão cumprida. No dia da minha posse, em 22 de dezembro [de 2009], não prometi nada no discurso, apenas que entregaria o Flamengo melhor do que encontrei.

Aproveitando-se da decisão da Confederação Brasileira de Futebol (CBF) de legitimar a polêmica conquista, ela citou alguns problemas financeiros que conseguiu contornar, como atraso de salários do time, e o projeto do Centro de Treinamento, o qual está em andamento.

- Mas mais do que isso, encontrei um clube com seis Brasileiros conquistados dentro de campo, mas com apenas cinco reconhecidos.

A presidente fez agradecimentos à FFERJ (Federação de Futebol do Rio de Janeiro) e aos demais membros da diretoria do Flamengo.

- O Flamengo estabelece com seu passado o seu compromisso fechado e se programa agora com dever de missão cumprida. Rumar para o futuro: essa é a nova missão.

Fonte: R7, www.r7.com