Paulistão: Santos vence e segue líder

No próximo domingo, o Santos vai a São Caetano do Sul enfrentar o time da casa

Sensação do futebol brasileiro nesta temporada, o Santos manteve sua rotina de goleadas ao aplicar 5 a 0 no Monte Azul, neste domingo. Com a vitória na Vila Belmiro, o time praiano, que já está classificado para a semifinal, fica perto de garantir a primeira colocação da fase inicial do Campeonato Paulista.

Com o resultado, o Santos vai a 41 pontos e, faltando duas rodadas, tem cinco ponto a mais do que o Santo André, segundo colocado. Já o Monte Azul segue na zona de rebaixamento com apenas 12 pontos.

No próximo domingo, o Santos vai a São Caetano do Sul enfrentar o time da casa, às 18h30 (de Brasília). Mais cedo no mesmo dia (às 11h), o Monte Azul recebe o Mogi Mirim.



O jogo

Em grande fase e atuando contra um adversário frágil, o Santos pressionou desde o início e não demorou para balançar as redes do Monte Azul. Aos 12min, Marquinhos cobrou falta pela direita e mandou no ângulo do goleiro Luís Carlos.

O mesmo Marquinhos quase ampliou aos 19min, quando arriscou para o gol e contou com um desviou para acertar o travessão. Mas foi Paulo Henrique Ganso o responsável por marcar o segundo gol do Santos. E em grande estilo.

O goleiro Luís Carlos tentou sair jogando, mas falhou e viu a bola sobrar nos pés de Ganso. Com muita categoria, o meia deu um toque sutil na bola e encobriu o arqueiro adversário. Antes do fim do primeiro tempo, Neymar acertou a trave, enquanto Neto Maranhão, do Monte Azul, exigiu grande defesa de Felipe.

Aos 7min do segundo tempo, o Monte Azul perdeu Neto Maranhão expulso por falta em Léo. O Santos aproveitou a vantagem numérica para construir a goleada.

Aos 12min, após uma confusão na área, Paulo Henrique Ganso dominou a bola e tocou para o gol. Sete minutos depois, Marquinhos cobrou escanteio pela esquerda e o goleiro Luís Carlos jogou contra o próprio gol.

A goleada santista foi selada por André, aos 27min. O atacante cobrou pênalti e viu a defesa de Luís Carlos, mas aproveitou o rebote e marcou seu 11º gol no Campeonato Paulista. Já aos 43min, Zé Eduardo, que entrou na vaga de Durval, ainda balançou as redes, mas o árbitro assinalou impedimento e anulou.

Fonte: Terra, www.terra.com.br