Pela medalha de ouro em Londres, Sarah Menezes vai ganhar premiação de R$ 50 mil

Pela medalha de ouro em Londres, Sarah Menezes vai ganhar premiação de R$ 50 mil

Ao todo, os atletas brasileiros já ganharam R$ 110 mil em premiações.

Pela medalha de ouro olímpica, a judoca do Piauí, Sarah Menezes, que compete na categoria até 48 quilos, receberá bônus de R$ 50 mil.

Os atletas da delegação olímpica brasileira já faturaram R$ 110 mil em premiações pelas medalhas conquistadas nos Jogos de Londres. Esse é o valor da soma dos pódios de Sarah Menezes (ouro, no judô), Thiago Pereira (prata, na natação) e Felipe Kitadai (bronze, no judô) - cuja categoria de peso vai até os 60 quilos, embolsará R$ 10 mil.

Uma cláusula contratual firmada entre CBJ (Confederação Brasileira de Judô) e Bradesco, patrocinador da entidade, prevê premiações aos judocas em caso de pódios nos Jogos Olímpicos.

No Brasil, a premiação é definida por cada confederação. Na natação, a CBDA (Confederação Brasileira de Desportos Aquáticos) desembolsará R$ 50 mil pela prata conquistada por Pereira.

Fixado em R$ 100 mil, o ouro brasileiro nas provas de natação em Londres vai valer o dobro do valor pago pela mesma medalha no judô. No atletismo, a confederação da modalidade estipulou que cada medalha de ouro valerá R$ 30 mil, a prata, R$ 20 mil, e o bronze, R$ 15 mil.

O valor pago pela CBJ a Sarah Menezes é superior ao bônus dado por países como Alemanha e Inglaterra pelo mesmo título; no entanto, segue piso fixado pela maioria das potências esportivas.

Os alemães vão pagar R$ 37 mil aos seus atletas pelo lugar mais alto no pódio. Já os donos da casa estabeleceram que vão premiar com cerca de R$ 30 mil os seus campeões olímpicos. A França, por sua vez, pagará cerca de R$ 60 mil (já descontados os impostos).

Fonte: Folha Online, www.folha.com.br