Pelé afirma que ainda tem muito a evoluir

Pelé afirma que ainda tem muito a evoluir

Segundo o Rei do Futebol, revelações santistas precisam de experiência internacional

Para Pelé, é preciso ir com calma e não se deixar enganar pela euforia causada pelas indiscutíveis atuações dos jovens atletas da Vila Belmiro. De acordo com o Rei do Futebol, jogadores como Neymar e Paulo Henrique só serão lembrados pela torcida se ganharem títulos.

- O Santos está muito bem, mas é um time de seis meses de duração. Não tem nenhuma experiência internacional, nunca jogou contra times argentinos, uruguaios. Precisa ganhar títulos.

Em evento realizado nesta quarta-feira (31) no Museu do Futebol, Pelé afirmou que considera a geração do Santos de 2002, liderada por Diego e Robinho, como a melhor dos últimos anos. O reconhecimento deriva dos dos títulos conquistados.

- Aquele time do Diego e do Robinho durou mais tempo, ganhou mais títulos. A maioria dos jogadores chegou à seleção. Neste [time] de agora ainda precisamos ver o que vai acontecer. O time de agora ainda não ganhou nada.

Sobre as principais estrelas santistas terem uma chance na Copa do Mundo da África do Sul, o ex-craque não mostrou otimismo. De acordo com ele, que disputou seu primeiro Mundial com 17 anos, é preciso ter paciência com os mais novos.

- O Brasil sempre apresentou jogadores jovens, mas às vezes eles aparecem na hora errada, quando a seleção já está pronta. Acho que o Dunga não vai levar o Neymar, porque ele apareceu quando o grupo da seleção já estava formado. Poderia até ter tido uma chance, mas não teve. No caso do Ganso é ainda mais difícil, porque na posição dele o Dunga já tem jogadores garantidos.

Fonte: R7, www.r7.com