Pelé diz que Brasil corre "grande risco" de se envergonhar em 2014

Pelé diz que Brasil corre "grande risco" de se envergonhar em 2014

O rei do futebol destacou que a preocupação chega a ser internacional

O ex-jogador Édson Arantes do Nascimento, o Pelé, fez um alerta nesta sexta-feira à organização da Copa do Mundo de 2014 no Brasil. Ele se disse preocupado com o andamento das obras e admitiu ter medo de passar vergonha depois de todo o esforço feito para trazer o Mundial ao Brasil.

?O Brasil está correndo um grande risco de envergonhar a gente pela maneira de administrar a Copa?, declarou Pelé durante um encontro com a imprensa em São Paulo.

Ele destacou que a preocupação chega a ser internacional: "Os aeroportos, você vê, é o que está assustando mais. E não é só brasileiro não. Conversei com o grupo do Platini [presidente da Uefa] e eles também estão bem preocupados?, revelou.

?Isso está realmente nos preocupando, até por tudo o que a gente fez, viajando pelo mundo todo para pedir votos. O Brasil tem a obrigação de fazer uma boa Copa, mas infelizmente já está atrasando, e ainda tem a polêmica com São Paulo?, continuou Pelé.

Para o ?Rei?, o caso paulista ilustra bem a desorganização dos preparativos: ?São Paulo é a base do futebol brasileiro. Deveria ser a primeira a se definir, mas não está definido ainda?, criticou Pelé, que considerou a situação brasileira ?bem diferente? da África do Sul no ano passado.

"Até o pessoal da Fifa faz a mesma pergunta: "O que está acontecendo com o Brasil?" Tem muita gente comparando com a África, mas é bem diferente. Eles fizeram a Copa em apenas quatro estados, teve a ajuda do Bono Vox, do Bill Gates, a nossa ajuda. Com o Brasil é completamente diferente, e não dá para fazer uma comparação", avaliou.

Fonte: UOL