Pelé responde bem e não precisará continuar com hemodiálise, diz boletim médico

A resposta de Pelé ao tratamento com antibióticos foi satisfatória, e os médicos entenderam que não será mais preciso do auxílio artificial.

Pelé segue em franca recuperação. O boletim médico apresentado nesta quinta-feira de manhã deu mais uma notícia positiva: ele não precisará novamente de suporte renal (hemodiálise). O ex-jogador de 74 anos estava desde domingo sem ajuda de aparelhos para filtragem das impurezas no sangue.

A resposta de Pelé ao tratamento com antibióticos foi satisfatória, e os médicos entenderam que não será mais preciso do auxílio artificial.

O informativo enviado pela assessoria de comunicação do hospital acrescenta que o cateter que foi utilizado para o procedimento dialítico será retirado ainda nesta manhã de quinta-feira. Pelé está lúcido, com alimentação via oral e sem febre. Novos exames serão feitos no único rim de Pelé.

O tricampeão mundial caminha dentro do quarto da unidade semi-intensiva do hospital paulistano. Não há previsão de alta hospitalar.

Filho de Pelé, Edinho declarou que o pai não vê a hora de ir embora.

"Ele está louco para sair da concentração. Ele tem TV, tem internet e está com acesso à informação. Ele está louco para ir para casa e voltar à rotina normal", disse Edinho.

Confira o boletim médico:

O paciente Edson Arantes do Nascimento (Pelé) continua com boa evolução clínica e internado em ambiente de cuidados semi-intensivos. Os resultados laboratoriais da manhã de hoje e seu exame clínico foram adequados, permitindo que o paciente não fosse submetido a uma nova terapia de suporte renal. O cateter que foi anteriormente utilizado para o procedimento dialítico será retirado agora cedo. Novas avaliações do rim continuam programadas em frequência diária. Persiste sem febre, alimenta-se bem, com medicação antibiótica endovenosa.

O Hospital fornecerá boletim assim que houver nova informação.

Clique aqui e curta o Portal Meio Norte no Facebook

Fonte: Uol