Petkovic pede a palavra em treino do Flamengo

Petkovic pede a palavra em treino do Flamengo

Pet explica "mal-entendido" com Silas

O meia Petkovic explicou o motivo dos gestos que fez ao ser substituído durante o empate por 2 a 2 do Flamengo com o Vitória, no último sábado. Antes do treino da manhã desta segunda-feira, na Gávea, o grupo se reuniu no centro de campo com o técnico Silas e o diretor executivo Zico. O sérvio, então, pediu a palavra e justificou a reação.

O jogador disse que houve um mal-entendido. Na ocasião, imaginou que a placa indicava a saída do camisa 10 da equipe baiana (o meia Ramon) e não a sua, o que o teria deixado surpreso. Para o zagueiro Jean, o assunto está encerrado.

"Está tudo bem. Nesse momento, temos que ter cuidado com os mais simples gestos que fazemos, porque tudo é desculpa para as pessoas criarem crise. O Pet conversou com a gente e o grupo aceitou numa boa. Foi bem explicado. Isso já faz parte do passado", afirmou o defensor rubro-negro.

Desde a chegada de Silas ao comando do Flamengo, Petkovic passou a frequentar o banco de reservas, e só voltou ao time na partida deste sábado devido à ausência de Renato Abreu. O sérvio de 38 anos chegou a ser elogiado pelo técnico em outra ocasião, pela naturalidade com que havia encarado a saída da equipe titular.

No entanto, acabou fazendo cara feia ao deixar o gramado na metade do segundo tempo da partida de sábado. Após o jogo, Silas justificou que Petkovic não aguentaria os 90 minutos em campo, e deixou claro que não aceitaria contestação às suas decisões. O Flamengo é o 16º colocado do Campeonato Brasileiro, com 23 pontos.

Fonte: Terra, www.terra.com.br