Petkovic precisa querer ficar, diz Patrícia Amorim

Petkovic precisa querer ficar, diz Patrícia Amorim

Patrícia Amorim comenta renovação e diz que o meia sérvio não dá abertura para conversa

O discurso de ídolo incompreendido de Petkovic não afetou os dirigentes do Flamengo. Na noite desta quarta-feira, a presidente do clube, Patrícia Amorim, assinou embaixo do procedimento do departamento de futebol para renovar o contrato do sérvio.

Dizendo-se desconfortável no clube, o apoiador recebeu oficialmente a proposta na segunda-feira. No entanto, tanto a questão salarial quanto a da duração do contrato são divergentes, e o acordo está distante.

Assim como o vice de futebol Marcos Braz fizera, Patrícia também avisou que o clube não pode extrapolar o orçamento para segurá-lo e jogou nas mãos de Pet a responsabilidade pela continuidade.

- Ele precisa querer ficar. O Flamengo tem o tamanho que considera razoável para mantê-lo e seguirá isso. Foi assim com o Andrade, Angelim e qualquer outro. Ele é ídolo, conquistou títulos e queremos que ele fique. Mas a negociação comercial cabe ao Pet e ao empresário (Josias Cardoso) decidirem ? afirmou, durante a entrevista coletiva para anunciar a contratação do nadador César Cielo.

O comportamento introspectivo de Petkovic também foi notado pela presidente. Na semana passada, Andrade confirmou que o jogador estava mais afastado de todos em 2010.

- Não conversei com ele. Não sou de pedir para entrar, e ele não dá abertura. Teremos todo o esforço e compreensão para mantê-lo se sentirmos que ele quer ficar no clube ? disse.

Patrícia expôs, via entrelinhas, o pensamento da cúpula do futebol. Os dirigentes julgam que o sérvio tem propostas, negocia com outros clubes paralelamente ao Flamengo ? o principal seria o Fluminense ? e não faria tanta questão assim de renovar o compromisso que termina em junho.

Fonte: Globo Esporte