Piloto é condenado por agredir dirigente com taça de champanhe

O incidente ocorreu em uma boate de Xangai em abril de 2011.

Após dois dias de audiência em Munique, o piloto alemão Adrian Sutil foi condenado a 18 meses de prisão em regime de liberdade condicional por agredir Eric Lux, sócio da Lotus Renault, com uma taça de champanhe.


Piloto é condenado por agredir dirigente com taça de champanhe

O incidente ocorreu em uma boate de Xangai em abril de 2011, quando Sutil comemorava a vitória do amigo Lewis Hamilton no GP da China. Lux precisou receber 24 pontos no pescoço e, de acordo com os médicos, um dos cacos passou a milímetros de uma de suas artérias faciais, o que poderia tê-lo levado à morte.

Durante a audiência, Sutil alegou ainda que não queria ferir Lux, mas sim apenas despejar o conteúdo que estava no interior da taça.

?Eu sinto muito. Não queria que acontecesse o que aconteceu?, disse o piloto, admitindo que tentou de tudo para evitar o processo e se desculpou com a vítima inúmeras vezes.

No entanto, Lux negou que tenha recebido desculpas de Sutil pessoalmente, e afirmou que "uma ligação telefônica não é suficiente".

Adrian Sutil disputou as últimas quatro temporadas da Fórmula 1 pela Force India. O piloto de 29 anos perdeu seu assento para o compatriota Nico Hulkenberg, e está sem vaga para 2012.

Fonte: UOL