Piloto Nelsinho Piquet diz que está negociando com a equipe Force India

Nelsinho já realizou testes com um carro da Nascar em outubro, com a equipe Red Horse

Demitido da equipe Renault de F-1 em julho, o brasileiro Nelsinho Piquet afirmou que está conversando com a Force India para voltar à categoria na próxima temporada. O piloto também admitiu a possibilidade de disputar a Nascar, nos Estados Unidos.

"Estou próximo da Force India no momento, mas obviamente isso [Nascar] tem sido bastante interessante para mim, então ainda não sei. Ainda estou no processo de decidir o que vou fazer. Talvez passar mais um ano na Europa antes de vir para cá [para os EUA]. Ainda está tudo no ar", disse o piloto ao site da "Autosport", após acompanhar a etapa de Phoenix da Nascar Sprint Cup.

Nelsinho já realizou testes com um carro da Nascar em outubro, com a equipe Red Horse, no circuito de Rockingham, mas deixou claro que não tem programado nenhum outro teste. O piloto foi pivô de um dos maiores escândalos da F-1 quando denunciou que forçou um acidente no GP de Cingapura de 2008 para provocar a entrada do safety car. Com isso, beneficiou seu então companheiro de Renault, Fernando Alonso, que acabou vencendo a prova.

O brasileiro apontou o então chefe da escuderia francesa, o italiano Flavio Briatore, e engenheiro chefe da equipe, Pat Symonds, como mentores do incidente. Após investigações, a FIA (Federação Internacional de Automobilismo) decidiu dar uma advertência à Renault, que será suspensa por dois anos da categoria caso volte a cometer uma infração. Briatore foi banido da categoria, e Symonds foi suspenso por cinco anos. Nelsinho não foi punido, assim como Alonso. O resultado da corrida foi mantido.

Fonte: Folha Online, www.folha.com.br