Polêmica sobre racismo contra jogador Neymar cresce

Polêmica sobre racismo contra jogador Neymar cresce

Bola de neve temida por Neymar foi formada e ganhou volume.

A polêmica em torno do suposto ato racista ocorrido na partida entre Brasil e Escócia atingiu Neymar em cheio e o jogador deve ter um dia agitado em Londres nesta segunda-feira. O curioso é que o atacante teve a estadia prolongada para viver um dia de astro internacional, mas provavelmente terá que responder perguntas sobre a declaração feita após o duelo de domingo.

Em entrevista ao Sportv, Neymar disse, ao ser questionado sobre as vaias dos escoceses e sobre a banana retirada de campo, que "o clima de racismo é totalmente triste". "A gente sai do nosso país e acontece essas coisas. É triste. Vamos procurar nem tocar no assunto para não criar uma bola de neve", completou o atacante, em uma frase com um sentido mais forte se analisada sem o contexto da pergunta.

Mas a bola de neve temida por Neymar foi formada e ganhou volume. A expressão "clima de racismo" é repercutida na manhã desta segunda-feira em todos os principais jornais ingleses e escoceses com grande destaque. Os canais de televisão também dão bastante espaço para a polêmica.

Um dos mais respeitados jornais da Inglaterra, o The Guardian diz que o "incidente ofuscou a excelente partida do jogador que marcou dois gols". O único jornal a dar mais destaque ao desempenho de Neymar é o The Independent, que classifica o atacante e o meio-campista Lucas como os futuros do Brasil e apenas citam o episódio.

Com um posicionamento mais crítico, o jornal escocês Daily Record contesta a declaração de "clima de racismo" e ressalta que as vaias dirigidas a Neymar tiveram origem com uma queda em que jogador demorou a se levantar. Um representante da torcida escocesa utilizou exatamente o mesmo argumento e foi enfático na resposta. "Qualquer sugestão e manifestação de racismo entre nossos torcedores é tratada como uma tolice"

O outro ponto de polêmica é a banana retirada de campo no segundo tempo pelo volante brasileiro Lucas. A imagem da Sportv mostra a fruta no chão em um momento em que Neymar avança com a bola pela esquerda em direção ao gol escocês. Mas não existem imagens da hora do arremesso, o que gera duas dúvidas impossíveis de serem solucionadas até o momento.

Não é possível saber se a banana foi arremessada em direção ao jogador, já que o alimento já está no chão quando a câmera enquadra a área escocesa. Porém, como era o atacante mais próximo da jogada e o mais famoso brasileiro em campo, Neymar recebeu mais perguntas e com respostas pouco conclusivas não conseguiu afastar a polêmica de ligação com seu nome.

Além disso, não é possível afirmar quem foi o autor do arremesso. Na área mais próxima ao local em que a banana foi jogada havia mais torcedores brasileiros do que escoceses, fato que é repetido à exaustão pelos jornais que repercutem o caso.

Neste clima, Neymar se prepara para um dia agitado em Londres. Aproveitando a atuação elogiada em sua primeira partida na Europa por jornais de todo o continente e até pelo zagueiro do Manchester United Ferdnand no Twitter, a sua viagem de volta ao Brasil foi adiada em dia. Em nota oficial, o Santos anunciou uma série de entrevistas que ajudariam na sua consolidação da sua imagem no exterior que iria no embalo do grande interesse demonstrado pelos ingleses no jogador.

Menos de um ano depois de recusar uma oferta tentadora do Chelsea, a passagem de Neymar pela Inglaterra gerou muitas especulações, assédio de empresários e adiantou o processo de "internacionalização" da imagem do atacante, que veio com staff completo. Além dos pais Neymar e Nadine, o empresário do jogador, Wagner Ribeiro, e o gerente de novos negócios do Santos, Eduardo Musa, acompanham a viagem do jovem.

A intenção era fazer com que Neymar fosse apresentado ao mundo. O Santos anunciou os compromissos como parte do plano de carreira para que ele fosse o primeiro jogador atuando na América do Sul a ser indicado a melhor da temporada. Porém, o assunto que interessa no momento aos ingleses é outro.

Fonte: Terra, www.terra.com.br