Polícia canadense investigará morte de atleta

Nodar Kumaritashvili, da Geórgia, morreu durante treinos para a disputa do luge

 A Polícia canadense iniciou na sexta-feira (12) uma investigação sobre o acidente que causou a morte do atleta de luge da Geórgia, Nodar Kumaritashvili, informou em Vancouver o Comitê Organizador dos Jogos Olímpicos de Inverno. - A investigação sobre a causa da morte de Kumaritashvili foi deixada a cargo do serviço de investigações penais da Colúmbia Britânica e da Polícia canadense.

A investigação é realizada paralelamente a outra da Federação desse esporte, encarregada de determinar as causas técnicas que levaram ao acidente e as medidas de segurança no local de competição. - Uma segunda investigação, realizada pela Federação Internacional de Luge, está em andamento. Kumaritashvili morreu na sexta-feira ao sair da pista e se chocar com um poste metálico ao lado do tobogã, durante uma sessão de treinos no complexo de Whistler, sede de vários esportes nestes Jogos.

O comitê organizador não informou se as provas de luge masculino, previstas para este sábado, continuavam no programa ou se seriam canceladas até que as condições de segurança da pista fossem determinadas. O Comitê Organizador e o Comitê Olímpico Internacional indicaram que divulgarão a sua decisão em uma entrevista coletiva à imprensa prevista para este sábado às 17h (horário de Brasília) em Vancouver.

Fonte: R7, www.r7.com