Portuguesa anuncia acordo com Dida e o tira da aposentadoria

Portuguesa anuncia acordo com Dida e o tira da aposentadoria

Ídolo de Timão, Cruzeiro e Milan, arqueiro defenderá a Lusa no Brasileirão

A meta da Portuguesa tem um novo dono. Aos 38 anos, o goleiro Dida suspendeu a sua aposentadoria e defenderá a Lusa no Brasileirão. Desde o início, as conversas com o time rubro-verde, iniciadas há duas semanas, já se encaminhavam para o acerto, que foi assinado na noite da última quarta-feira. Dida ficará à frente do gol lusitano até o fim desta temporada.

O reencontro de Dida com os gramados em partidas oficiais, no entanto, ainda deve demorar. Fora de forma, o goleiro fará uma espécie de pré-temporada antes de estrear.

Ídolo de Corinthians, Cruzeiro e Milan, Dida anunciou sua aposentadoria em julho de 2010, quando se despediu do time italiano. De lá para cá, o goleiro estava parado. Ele diz que até tentou atuar por equipes europeias, mas não encontrou nada que o atraísse. No início deste mês, Dida aceitou o convite do Milan para disputar o Mundialito de Clubes de futebol de areia, realizado em São Paulo. Na ocasião, ele contou, em entrevista , que voltar aos gramados ainda estava em seus planos.

A contratação de um goleiro virou prioridade na Lusa desde a reta final do Campeonato Paulista. Com Weverton, então titular da equipe, de saída acertada para o Atlético-PR, e com o baixo rendimento de Rodrigo Calaça nas últimas rodadas do estadual, a diretoria foi ao mercado. Gledson, que disputou o último Campeonato Mineiro pelo Boa Esporte, foi contratado, mas ainda não estreou.

No futebol brasileiro, Dida defendeu as cores de Vitória, Cruzeiro e Corinthians. No exterior, passou por Lugano, da Suíça, e Milan. Com a camisa da Seleção Brasileira, disputou as Copas do Mundo de 1998, 2002 e 2006, e conquistou duas edições de Copa das Confederações (1997 e 2005), uma Copa América (2005) e um Mundial (2002).

Fonte: Globo Esporte