Brasileirão 2012: Portuguesa aproveita ausência de Neymar e faz três gols no Santos

Brasileirão 2012: Portuguesa aproveita ausência de Neymar e faz três gols no Santos

Bruno Mineiro foi responsável por dois gols da Portuguesa

Na noite deste sábado, o Santos deu mais uma demonstração de dependência a Neymar. Sem o camisa 11, suspenso, o clube alvinegro foi derrotado por 3 a 1 para a Portuguesa no Estádio Pacaembu, sem demonstrar nenhum poder de reação. Com dois gols de Bruno Mineiro, que chegou a 11 no Campeonato Brasileiro, e um de Léo Silva, a equipe treinada por Geninho fez uma apresentação segura, que mantém o clube longe da zona de rebaixamento.

O triunfo leva a Portuguesa aos 32 pontos, ultrapassando o Náutico e Bahia para assumir a 12ª colocação da Série A. O Santos segue com os mesmos 33 pontos com os quais iniciou a 26ª rodada da competição.

A derrota reforça a dependência do Santos a Neymar, já que, com a partida deste sábado, o clube alvinegro realizou 17 jogos sem o atacante, nos quais somou apenas 13 pontos. Nas outras nove partidas realizadas no Brasileiro, o Santos conquistou 20 pontos - seis vitórias, dois empates e uma derrota.

O Santos iniciou a partida dando sinais de que não sentiria a ausência de seu principal atleta. Logo aos 6min, o garoto Victor Andrade avançou pela ponta esquerda e cruzou para André. O centroavante santista, desmarcado, concluiu de primeira, mas isolou uma oportunidade clara de gol.

O ímpeto inicial, porém, passou rapidamente. Sem criatividade e não conseguindo trabalhar a posse de bola, o clube alvinegro foi se deixando dominar pelo rival paulista, que tomou as rédeas da partida e começou a pressionar os comandados de Muricy Ramalho.

Em uma cobrança de escanteio de Marcelo Cordeiro aos 37min, Luís Ricardo escorou de cabeça no primeiro pau e o artilheiro Bruno Mineiro apareceu livre para testar para o fundo das redes de Rafael. Cinco minutos depois, os comandados de Geninho ampliaram a vantagem com Léo Silva, que concluiu jogada iniciada por Bruno Mineiro e Rodriguinho para fazer o segundo.

A etapa complementar deu sequência ao que ocorria na inaugural, ou seja, a Portuguesa manteve o domínio do jogo e por pouco não fez mais um aos 3min, após bela arrancada de Moisés, que se livrou dos dois zagueiros santistas e de Rafael, mas concluiu na trave.

Rafael foi exigido novamente aos 16min em cobrança de falta de Marcelo Cordeiro, que dois miuntos depois alçaria nova bola para a área para Bruno Mineiro escorar de cabeça e encobrir o goleiro santista e marcar seu segundo no duelo.

Aos 29min, o Santos conseguiu seu gol de honra, também em jogada de bola parada. Bernardo levantou da intermediária para a marca do pênalti e André desviou, tirando de Dida e chegando ao seu sétimo gol no Campeonato Brasileiro.

Na próxima rodada, a Portuguesa recebe no Estádio Canindé o Atlético-MG, enquanto o Santos viaja a Porto Alegre para enfrentar o Grêmio no Olímpico.

Fonte: Terra, www.terra.com.br