Barrichello admite azar e frustração

Barrichello deu espaço já na largada e teve problemas com Brawn

Depois de abandonar o GP da Turquia e ver a desvantagem em relação ao companheiro de equipe Jenson Button aumentar para 26 pontos no campeonato, Rubens Barrichello não escondeu a frustração.

Segundo o piloto da Brawn, o anti-stall (equipamento que coloca o câmbio em ponto morto para evitar que o motor desligue) se acionou de forma equivocada na largada como já havia acontecido no GP da Austrália e o fez cair de terceiro para 13º, comprometendo sua corrida.

Depois, na tentativa de recuperar terreno, Barrichello se chocou com Heikki Kovalainen (McLaren) e Adrian Sutil (Force India) e teve de antecipar seu primeiro pit stop para trocar a asa dianteira. Sem conseguir se aproximar da zona de pontuação em nenhum momento, o brasileiro abandonou a dez voltas do fim com problemas no câmbio.

"Por causa do anti-stall, não consegui largar. Para complicar, o limitador de giros do motor começou a funcionar no meio da reta e por isso tive de pressionar muito para competir contra carros que tinham o Kers. É muito frustrante, pois as coisas têm acontecido muito do meu lado", lamentou o brasileiro.

Fonte: Terra, www.terra.com.br