Presidente afirma que vai para a final

Segundo Lula, ele participará do encerramento porque, como o Brasil vai sediar a Copa do Mundo de 2014, receberá uma homenagem nos jogos da África do

Otimista com a vitória do Brasil na Copa do Mundo da África do Sul, que começa em junho, o presidente Luiz Inácio Lula da Silva afirmou nesta quarta-feira, 24, que vai à final do campeonato. Ele lembrou, ainda, que, em julho, fará uma longa viagem passando pela África do Sul, Quênia, Guiné Equatorial e Zâmbia.

?Esses dias o presidente do México (Felipe Calderón) perguntou pra mim: "presidente Lula, o senhor vai participar da abertura da copa do mundo?" Eu disse: "Não, vou para o encerramento. Ele achou que era presunção da minha parte, mas não era"?, disse Lula, após encontro com o rei e a rainha da Suécia, Carl XVI Gustaf e Silvia, no Palácio Itamaraty.

Segundo o presidente Lula, ele só participará do encerramento também por outro motivo: como o Brasil vai sediar a Copa do Mundo de 2014, receberá uma homenagem nos jogos da África do Sul. ?É porque o Brasil vai ser o próximo País a sediar a Copa do Mundo, então tem um ato?, disse. ?Na sexta-feira (10 de julho) eu termino com uma visita de Estado à África do Sul. Aí sábado, 11, eu descanso e domingo, 12, eu vejo a final da Copa do Mundo. Certamente esperando que o Brasil esteja jogando na final.?

Ao ser questionado sobre a má fase esportiva do jogador Kaká, do Real Madrid, que não se destaca desde que sofreu uma contusão recentemente, o presidente afirmou que espera sua recuperação rápida e que ele seja escalado para a Seleção Brasileira na Copa da África.

?Eu penso que o Kaká está, talvez, em um momento mais difícil da carreira dele. Não só por conta de lesões, mas porque o time do Real Madrid é quase que uma exposição de quadros, é uma exposição de artistas. E, ali, muitos artistas jogando juntos é muita competitividade. Eu acho que o Kaká é imprescindível para a Seleção Brasileira. Ele continua sendo um grande jogador de futebol, mas ele está vivendo um momento delicado?, comentou o presidente.

Fonte: O Povo