Presidente da CBF quer deixar o futebol em 2014: "Vou me afastar"

José Maria Marin diz que deseja se dedicar ao neto após eleições da CBF


Presidente da CBF quer deixar o futebol em 2014

Iniciada em março do ano passado, a gestão de José Maria Marin na presidência da CBF (Confederação Brasileira de Futebol) não deve ir muito longe. Em rápida entrevista à coluna do jornalista Jorge Nicola no ?Diário de São Paulo?, o dirigente admitiu o desejo de deixar o cargo para se dedicar à família:

- Vou me afastar do futebol para poder cuidar do meu neto. Quero muito acompanhar o crescimento dele

Joaquim, primeiro neto de Marin, nasceu no último dia 30 de outubro. O dirigente, inclusive, revelou o desejo para que o garoto seja são-paulino:

- É o time de coração da família

A CBF tem eleições marcadas para abril no ano que vem, mas o pleito pode ser antecipado para janeiro. A ideia é que o presidente da FPF (Federação Paulista de Futebol) Marco Polo del Nero seja o sucesso de Marin, mas ele próprio avalia que o atual mandatário do futebol brasileiro pode não ser tão radical em sua decisão:

- Faz três décadas que o Marin está dentro da Federação Paulista e não vejo motivo para ele deixá-la agora.

Fonte: R7, www.r7.com