Presidente da F1 ataca pilotos: 'Deveriam ser vetados de falar'

"Nunca os vi pôr um dólar na categoria"

Entre as polêmicas neste começo de temporada na Fórmula 1 sobre os treinos qualificatórios e as futuras mudanças propostas para o carro de 2017, o presidente da Formula One Management (FOM), Bernie Eccleston, deixou de concordar com o lado dos atletas e soltou o verbo.

"Qual o tipo de interesse que os pilotos poderiam ter a não ser tirar dinheiro do esporte? Nunca os vi pôr um dólar na categoria. Se saem para jantar com você, eles sequer pagam a conta. Eles deveriam ser vetados de falar. Deveriam apenas entrar no carro e pilotar", afirmou Bernie após o Grande Prêmio do Bahrein.

A nova ideia, dada por Bernie e pelo presidente da FIA, Jean Todt, é manter as eliminações no Q1 e Q2 e na classificação final, agregar as duas melhores voltas nos três períodos (Q1, Q2 e Q3) para construir o grid.

Essa semana, Sebastian Vettel, piloto da Ferrari, criticou a nova sugestão para os treinamentos e seu antigo companheiro de RBR, Daniel Ricciardo, chegou a relacionar o novo modelo às qualificações de corridas endurance (resistência).


Bernie Eccleston  (Crédito: Reprodução)
Bernie Eccleston (Crédito: Reprodução)


Fonte: Com informações da Espn.