Presidente da Ferrari detona Felipe Massa e lhe dá nota sete

Presidente da Ferrari detona Felipe Massa e lhe dá nota sete

""Em um certo momento da temporada, Massa ficou de saco cheio e mandou seu irmão"", disse

O presidente da Ferrari, Luca di Montezemolo, não poupou críticas a Felipe Massa em conversa com a imprensa italiana nesta segunda-feira. Sem esconder o desapontamento com o ano do brasileiro ? principalmente se comparado ao companheiro Fernando Alonso -, o dirigente deu nota 7 para a temporada do piloto e ainda fez brincadeira um tanto indelicada, ao dizer que em certo ponto do ano, era o irmão de Massa quem estava na direção.

?Em um certo momento da temporada, Massa ficou de saco cheio e mandou seu irmão (para dirigir)?, afirmou Montezemolo a jornalistas italianos em um jantar nesta segunda-feira.

A brincadeira foi semelhante à que fez com Kimi Räikkönen em 2009, em que citou um ?gêmeo fantasma? para explicar a atuação ruim do finlandês, que foi substituído este ano por Fernando Alonso. O espanhol chegou à última prova de 2010 como favorito ao título, mas perdeu a chance de ser campeão pela terceira vez para o alemão Sebastian Vettel.

?Para este Felipe, eu dou nota 7. Para Alonso, em seu ano de estreia na Ferrari, eu dou 9,5. Mas, infelizmente, nem ele venceu?, analisou o presidente da escuderia.

Felipe Massa foi apenas o sexto colocado na classificação do Mundial de pilotos, atrás de seu companheiro de Ferrari, das Red Bull e das McLarens. Massa foi vice-campeão em 2008 e, no ano seguinte, sofreu seu pior acidente, ficando cerca de metade dos GPs afastado.

Na volta, em 2010, teve dificuldades principalmente com o aquecimento dos pneus usados e não se acertou para tentar disputar o título.

No seu melhor GP, na Alemanha, Massa viveu um grande drama ao receber ordem da Ferrari para deixar o companheiro Alonso passar e ficar com a vitória. Apesar do problema e das críticas do presidente, Massa está confirmado no time, tendo contrato até 2012.

Fonte: UOL