Presidente do Corinthians não quer Tite na Seleção brasileira

Roberto de Andrade diz que não foi procurado pela CBF.

Presidente do Corinthians, Roberto de Andrade atendeu a imprensa após o treinamento da equipe no CT Joaquim Grava, nesta sexta-feira, antevéspera do jogo contra o Novorizontino, pelo Paulistão. O principal tema, é claro, foi a sondagem recebida por Tite para assumir a Seleção brasileira, na última semana. 

Apesar de dizer que não foi procurado com a CBF, o dirigente admitiu que ainda não teve uma conversa com o técnico para saber se houve ou não a procura. Anteriormente, porém, em conversa entre as partes, Tite já havia adiantado que não trocaria o Timão pela Seleção.

– Não tomei conhecimento disso, não fui procurado por ninguém da CBF. Fiquei sabendo pela matéria. Não falei com Tite, já tinha conversado antecipadamente e ele disse que não sairia. Não sei se houve contato ou não – afirmou.

Questionado, porém, se como brasileiro ele gostaria de ver o gaúcho como comandante do escrete nacional, Roberto de Andrade negou e deu preferência ao trabalho dele no Corinthians nesta temporada. 

– Saindo do Corinthians para a Seleção? Não. Sou mais corintiano que patriota. Todos nós sairíamos perdendo sem o Tite, não sei dizer o quanto. Poderíamos trazer outro profissional, mas neste momento nem penso nessa hipótese. Ela está descartada – disse.

O dirigente lembrou ainda que Tite não precisaria comunicar o Corinthians sobre qualquer convite, mas acredita que o treinador faria isso em virtude da boa relação que tem com o departamento de futebol. 

– Não pela função de funcionário do clube, mas pelo respeito que temos com ele. Não há uma necessidade, é uma questão de avisar que está ou não. Nós já tínhamos conversado. Não perguntei de novo se o convite foi feito ou não. Ele já tinha me dito que não iria.


Tite (Crédito: Agência Corinthians)
Tite (Crédito: Agência Corinthians)


Fonte: Com informações do GloboEsporte.com