Preso por agressão, meia Dudu nega ter batido na mulher: "Mal-entendido"

Preso por agressão, meia Dudu nega ter batido na mulher: "Mal-entendido"

O jogador teria dado socos e puxões de cabelo na mulher. Ela prestou depoimento e afirmou que sua mãe tentou separar, mas também foi atingida

O meia Dudu, jogador do Dínamo de Kiev que foi campeão mundial sub-20 com a seleção brasileira em 2011, divulgou uma nota de esclarecimento nesta quinta-feira, um dia após pagar fiança por ter sido acusado de agredir a mulher e a sogra. Em sua versão, ele negou que sua esposa tenha se envolvido na discussão familiar.

Durante suas férias na capital goiana, Dudu foi levado para a Delegacia da Mulher após uma briga em família. O jogador teria dado socos e puxões de cabelo na mulher. Ela prestou depoimento e afirmou que sua mãe tentou separar, mas também foi atingida. O meia pagou fiança de R$ 12 mil e responderá ao processo em liberdade.

?Na última terça-feira, estive envolvido em uma questão particular e familiar que acabou gerando uma grande repercussão na opinião pública. Houve um grande mal-entendido na ocasião, mas sem qualquer envolvimento da minha esposa. O episódio já está devidamente esclarecido mediante os órgãos legais?, declarou Dudu por meio de comunicado oficial.

O jogador foi autuado pela Lei Maria da Penha. Ele e a mulher vivem juntos há quatro anos, e tiveram um filho há seis dias. Dudu foi revelado pelo Cruzeiro, e foi um dos destaques do título brasileiro no Mundial sub-20 em 2011, o que chamou a atenção de seu atual clube, o Dínamo de Kiev, da Ucrânia.

Em agosto de 2011, no mesmo mês em que Dudu foi negociado, um filho do jogador, que mora em Goiânia, foi vítima de um suposto sequestro. Na época, a criança tinha quatro meses e foi retirada do colo da mãe por motociclistas. Horas depois, o bebê acabou sendo localizado na porta de uma igreja.

Fonte: UOL