Procurado, Carlos Alberto Parreira diz que não recusou o Corinthians, mas só aceita se for em 2011

Procurado, Carlos Alberto Parreira diz que não recusou o Corinthians, mas só aceita se for em 2011

Parreira deu a entender que aceitaria um convite para treinar o Corinthians

Primeira opção para comandar o Corinthians neste ano, o técnico Carlos Alberto Parreira admitiu que foi procurado pelo clube paulista, mas disse que só pode aceitar se for em 2011.

?Deixei bem claro que não recusei o Corinthians. É questão de poder ou não poder. E neste momento, não posso. Prometi à minha família que não trabalharei até dezembro?, afirmou para a edição online do Jornal O Globo.

Parreira deu a entender que aceitaria um convite para treinar o Corinthians visando a temporada de 2011, rechaçando a tese de que ele não voltaria mais a assumir um time de futebol depois de ter caído com a África do Sul na Copa do Mundo de 2010.

?Em dezembro, já pensando em 2011, aí estará tudo ok. Corinthians e Flamengo são como a seleção brasileira. O técnico entra para ganhar títulos. E o Corinthians precisa de alguém neste momento para ganhar o título brasileiro, que ainda é possível?.

Para reforçar a sua tese, Parreira relembrou um caso do próprio Corinthians, que fechou a contratação do técnico Mano Menezes, que tinha acabado de sair do Grêmio para assumir um clube que havia caído recentemente para a Série B do Brasileirão.

?Em dezembro será a melhor hora para discutir o futuro. Eu me lembro que o Mano foi contratado pelo Corinthians durante o Footecon [congresso de futebol organizado por Parreira no final do ano no Rio de Janeiro]?.

Fonte: UOL