Pronto, gramado começará a ser levado sábado para o Maracanã

Espanhóis que cuidam do campo do Barcelona ajudarão no processo de instalação.


Pronto, gramado começará a ser levado sábado para o Maracanã

Depois da tempestade, a bonança. Após sofrer com a chuva que deixou a obra alagada na noite da última terça-feira, o Maracanã começará a receber o novo gramado na noite deste sábado. É o primeiro passo para deixar o palco das finais da Copa das Confederações e da Copa do Mundo finalmente com "cara" de estádio.

A grama foi plantada em uma fazenda no distrito de Sampaio Corrêa, em Saquarema, na Região dos Lagos do Rio de Janeiro, e será transportada para o estádio em 25 caminhões, à noite, para evitar que o calor cause danos ao material. A ideia inicial era começar a instalação no dia 26 de fevereiro, mas problemas na obra acabaram atrasando o processo.

Responsável pelo gramado, a Greenleaf tem parceria com a empresa espanhola que cuida do Camp Nou (estádio do Barcelona) e seis profissionais espanhóis estão no Brasil para ajudar na instalação. O processo todo (da retirada da fazenda ao "tapete" instalado no estádio) levará entre três e quatro dias.

No total, 8.900 metros quadrados de grama serão transportados da Região dos Lagos para o Maracanã, em rolos de 1,20m (maiores do que o normal). O nivelamento da grama foi todo feito em laser, forma inédita no Brasil. Os primeiros pedaços de grama já serão instalados na madrugada de sábado para domingo.

Segundo a Empresa de Obras Públicas do Rio (Emop), a arena carioca terminou fevereiro com 87% da obra concluída. Em encontro com o secretário-geral da Fifa, Jérôme Valcke, na última quarta, o governador Sérgio Cabral prometeu entregar o estádio pronto no dia 27 de abril. Uma nova reunião aconteceu na manhã desta sexta, entre representantes do Comitê Organizador Local (COL) e do governo. O primeiro jogo marcado no novo Maracanã é entre Brasil e Inglaterra em 2 de junho. Na Copa das Confederações, serão três partidas: México x Itália (16 de junho), Espanha x Taiti (20 de junho) e a decisão (30 de junho).

Na noite de terça, um temporal causou estragos ao redor do estádio e alagou os vestiários e o local onde ficará o gramado. Boa parte do sistema de drenagem já está instalada, mas não conseguiu evitar o problema. A principal causa é que toda a região do Maracanã fica abaixo do nível do mar, o que facilita a formação de enchentes.

Fonte: Globo Esporte, www.globoesporte.com