Próximo de atingir marca de Pelé, Messi lidera o Barça contra Celtic

Segundo catalães, argentino está a quatro gols de igualar recorde do Rei em jogos oficiais num só ano

Após balançar as redes três vezes na vitória sobre o La Coruña neste sábado, Lionel Messi está muito próximo de igualar ou mesmo superar uma marca de ninguém menos que Pelé: seu recorde de gols em partidas oficiais num único ano. Segundo o site oficial do Barcelona, o argentino, em 2012, marcou 71 vezes, contra 75 do Rei em 1959. A primeira chance real será nesta terça-feira, no duelo pelo Grupo G da Liga dos Campeões, contra o Celtic, no Camp Nou, às 16h45m (horário de Brasília).


Próximo de atingir marca de Pelé, Messi lidera o Barça contra o Celtic

Embora tenha até dezembro para atingir o Rei, a missão de tirar a diferença de quatro gols numa só partida é bastante complicada. Até mesmo para alguém como Messi. Ainda assim, o argentino marcou quatro ou mais vezes em três oportunidades neste ano: na vitória por 4 a 0 sobre o Espanyol em maio (quatro gols), na goleada por 7 a 1 sobre o Bayer Leverkusen em abril (cinco) e no triunfo por 5 a 1 sobre o Valencia em fevereiro (quatro).

Caso atinja a marca de Pelé (segundo o site da Fifa, o Rei marcou 127 gols em 1959, embora uma parcela considerável desta marca seja em amistosos), o melhor do mundo vai manter a rotina de quebrar recordes. Artilheiro do Campeonato Espanhol com 11 gols ? dois a mais que Cristiano Ronaldo e Falcao García, o argentino, primeiro jogador da história do time catalão a alcançar 15 hat-tricks no Espanhol, busca a artilharia da Champions pela quinta vez seguida e, com tantas credenciais, deixa os rivais assustados.

- O Barcelona não tem só o melhor jogador do mundo. Messi é também o melhor jogador da história. Pude seguir a sua carreira de muito perto, ao jogar contra ele no Barça B, no Mundial sub-20, nas eliminatórias contra a Argentina e como jogador do Getafe. É um jogador pequeno, mas muito forte - disse Miku, atacante venezuelano do Celtic.

Na tabela, o Celtic de Miku vem de vitória fora de casa sobre o Spartak e soma quatro pontos, na vice-liderança do grupo, que tem o Barcelona com 100% de aproveitamento na frente. Cotado para ficar com a outra vaga da chave, o Benfica tem apenas um, à frente apenas da equipe russa, derrotada em todos os seus compromissos até o momento.

Barça com desfalques

Para manter essa campanha impecável, o técnico Tito Vilanova terá alguns problemas para escalar a equipe na defesa. Na coletiva desta segunda-feira, ele revelou que Piqué, Puyol e Daniel Alves dificilmente irão a campo por conta de lesão e devem ser desfalques. Com isso, existe a possibilidade de que Montoya, Song e Mascherano formem a retaguarda com Adriano ou Jordi Alba.

No ataque, certo mesmo é a presença de Messi. David Villa também está bem cotado para começar a partida entre os 11 titulares, enquanto Pedro e Aléxis Sanchez brigam, em teoria, pela outra vaga, com vantagem para o espanhol. Já no meio Sergio Busquets está suspenso, já que foi expulso na vitória por 2 a 0 sobre o Benfica há três semanas.

Celtic "rouba" slogan rival

Do outro lado, não é exagero dizer que o Celtic entra como franco-atirador, principalmente no que depender das estatísticas. Das últimas 27 partidas nas quais atuou fora de casa, a equipe escocesa perdeu 20 e venceu apenas uma, justamente contra o Spartak. Além disso, marcou em apenas cinco das últimas nove oportunidades em que foi a campo pela competição.

Mesmo com a situação desfavorável, o diretor-geral do Celtic, Peter Lawwell, brinca com o Barcelona, embora faça questão de deixar claro que a relação de ambos os clubes é muito boa.

- Desculpe o Barça, mas o slogan "mais que um clube" é nosso ? disse o dirigente, em declaração reproduzida pelo jornal catalão ?Mundo Deportivo? nesta segunda-feira.

Possíveis escalações:

Barcelona: Valdes, Montoya, Song, Mascherano e Jordi Alba (Adriano); Fábregas, Xavi e Iniesta; Pedro (Sanchez), Messi e Villa.

Celtic: Forster; Lustig, Wilson, Mulgrew e Izaguirre; Wanyama, Brown,Forrest, Ledley e Commons; Hooper.

Fonte: GloboEsporte.com