Próximo do milésimo, Túlio elege gol de 95 o mais importante do Botafogo

De acordo com as contas do próprio jogador, falta apenas um gol para balançar as redes pela milésima vez.

O falastrão e folclórico Túlio Maravilha está prestes a alcançar uma marca histórica em sua carreira. De acordo com as contas do próprio jogador, falta apenas um gol para balançar as redes pela milésima vez. Atualmente jogando pelo Vilavelhense, do Espírito Santo, o veterano atacante espera alcançar o feito neste sábado, no Estádio Salvador Costa. Porém, o jogador de 44 anos sentiu uma lesão no treino da última quinta-feira e virou dúvida para partida. Caso consiga se recuperar, o camisa 7 promete uma comemoração especial para o feito. Em entrevista ao "SporTV News", Túlio relembrou alguns lances importantes de sua carreira. Dentre eles, o gol do título brasileiro do Botafogo em 1995. Que admite que foi marcado em impedimento e que considera não apenas o mais importante de sua carreira. Mas também da história do clube carioca.

- Impedido. Esse gol de 1995 foi o mais importante da minha carreira, indiscutivelmente, e até mesmo mais importante do Botafogo, porque é o único título nacional que ele tem. Teve o de mão contra a Argentina (na Copa América 95), o de calcanhar na Libertadores e teve também um gol de bicicleta no Goiás no começo da carreira, um gol antológico. Tem o gol 500 com o Cruzeiro, em Governador Valadares, tenho tudo aqui (apontando para a cabeça), tudo gravado. Teve o gol 700, em homenagem a minha esposa Cristiane, na terra natal dela - afirmou Túlio.

A carreira de folclórico atacante é longa e vitoriosa. Começou no Goiás, mas a consagração foi vestindo a camisa 7 do Botafogo. O melhor momento do centroavante aconteceu em 1995, quando marcou 63 gols e foi campeão nacional pelo Botafogo e artilheiro do Brasileirão, com 23 tentos. Ao todo, foram 28 clubes, incluindo Corinthians, Fluminense, Cruzeiro e Vitória. Fora do Brasil, atuou na Suíça, Bolívia, Hungria e na Arábia Saudita. Mas desde que surgiu a obsessão pelo milésimo gol, rodou o país marcando tantos outros gols.

No último dia 24, o atacante fez, segundo suas próprias contas, o gol 999 da sua carreira na vitória do Vilavelhense por 2 a 1 sobre o Linhares, pela Copa Espírito Santo. Com sua equipe já eliminada da competição, o jogador terá a chance de chegar ao milésimo neste sábado, na última rodada da fase de grupos. O palco não será o Maracanã, que assistiu ao milésimo de Pelé, ou São Januário, onde Romário alcançou a marca do Rei. O time de Túlio enfrenta a Desportiva Ferroviária, às 15h. E a emoção de chegar perto da tão sonhada marca é forte.

- O coração está batendo forte, não é fácil. São 25 anos de carreira, muitas batalhas, vitórias, derrotas, mas faz parte do futebol. Você tem que aprender a ganhar e perder e está chegando o final. Apenas um capitulozinho. Já fizemos o gol "moqueca capixaba", em homenagem ao Espírito Santo, o gol 999. Agora o grande final, o milésimo gol, que poderá acontecer sábado, às 15h no estádio do Vitória, mas sou uma pequena dúvida porque ontem (sexta-feira) no treino senti e vou fazer uma avaliaçãozinha. Eu, que sou guerreiro, fominha, vou tentar entrar em campo para poder tentar fazer o milésimo gol. Não é fácil, o 999 demorou quatro jogos. O milésimo, tomara que não seja tão demorado assim, porque eu já estou ansioso para poder comemorar esse milésimo gol com todo mundo.

E a comemoração será especial. Tanto, que Túlio não quis revelar, durante sua participação no "SporTV News", como será a festa.

- É especial, mas se eu falar agora vai perder a surpresa, vai deixar de ser notícia. Então, aguarde. Túlio Maravilha em busca do milésimo gol com comemoração especial para todo mundo ver.


Próximo do milésimo, Túlio elege gol de 95 o mais importante do Botafogo

Fonte: Sportv