"Quase ninguém na frente", afirma Thiago Neves sobre Flamengo

"Quase ninguém na frente", afirma Thiago Neves sobre Flamengo

Vamos ver se conseguimos acertar para nos próximos jogos começarmos a ganhar dentro de casa e fora de casa também

Thiago Neves incorporou o estilo supersincero na volta de São Paulo. Primeiro, reconheceu que ele e Ronaldinho forçaram o terceiro cartão amarelo contra o Palmeiras, sem o conhecimento do técnico Vanderlei Luxemburgo, para ficarem fora do jogo contra o Ceará, neste sábado. Depois, detectou o problema do Flamengo neste início de Brasileirão.

- Está complicado porque às vezes ficamos sem força no ataque. Ficar o jogo inteiro defendendo é complicado. Você vê o outro time atacando, atacando, atacando e quando tentamos alguma coisa não tem quase ninguém na frente. Esse é o nosso problema. Vamos ver se conseguimos acertar para nos próximos jogos começarmos a ganhar dentro de casa e fora de casa também.

Na três últimas partidas, Luxa usou a mesma equipe. No ataque, escalou Ronaldinho e Deivid, com Renato e Thiago por trás. Contra o Vozão, a formação vai mudar. Sem Thiago e R10, o treinador acenou com a possibilidade de escalar Bottinelli e Vander. O volante Airton será julgado pelo STJD nesta sexta e também pode ficar fora.

O Rubro-Negro é o terceiro na tabela, com 20 pontos. Depois de estrear com vitória sobre o Avaí (casa), o time empatou com Bahia (fora), Corinthians (c), Atlético-PR (f) e Botafogo (foi o mandante). Em seguida, emendou uma sequência de quatro triunfos: Atlético-MG (c), América-MG (f), São Paulo (c) e Fluminense (mando do rival). Contra o Palmeiras, no Pacaembu, um novo empate.

Na última quarta-feira, a janela de transferências internacionais fechou, e a diretoria rubro-negra não conseguiu o prometido reforço de peso para o ataque, já que as negociações com Vagner Love, André e Kleber fracassaram. O acerto com o argentino Ariel foi vetado pelo departamento médico. O único reforço para o setor é Jael, que estava na Portuguesa e vai assinar contrato de empréstimo por duas temporadas.

- Chegou o Jael, eu conheço muito pouco, mas tem outros jogadores que conhecem ele, falram que é um bom jogador. Temos de inventivá-lo para que chegue, dar confiança para ele. Ninguém está falando o nome dele, mas é um jgoador que vai ter todo nosso apoio para nos ajudar, que é o que a gente precisa no momento ? comentou Thiago Neves.

A delegação rubro-negra viaja nesta sexta-feira para Macaé, no Norte Fluminense. A partida contra o Ceará será no sábado, às 21h, no Moacyrzão.

Fonte: Globo Esporte, www.globoesporte.com