R. Gomes deixa hospital e médico fala em retomada da carreira

A previsão dos médicos neste sábado era que Ricardo Gomes tivesse alta na terça-feira



A previsão dos médicos neste sábado era que Ricardo Gomes tivesse alta na terça-feira. Mas o técnico do Vasco já deixou o hospital na manhã deste domingo, 21 dias depois de ser internado devido a um acidente vascular cerebral (AVC), sofrido durante o clássico com o Flamengo, no Engenhão.

Neurocirurgião que operou Gomes, José Antônio Guasti comentou o estado atual do técnico e como está sendo sua recuperação.

- Ele está perfeitamente lúcido, recuperando toda a força motora no lado direito, mas o braço ainda se movimenta com limitações. Fala praticamente tudo, articula bem as palavras. A recuperação foi muito boa ? disse Guasti.

O médico falou ainda sobre a possibilidade de Gomes voltar a trabalhar como técnico.

- Não tem um prazo. Temos que dar tempo, mas, se Deus quiser, ele vai voltar às atividades. Pela rápida recuperação, podemos ter uma surpresa em breve. Estou muito feliz com o resultado de tudo ? concluiu.

Entenda o caso:

Ricardo Gomes sofreu um acidente vascular cerebral (AVC) no segundo tempo do clássico entre Flamengo e Vasco, no domingo, dia 28 de agosto, no Engenhão. Foi levado inicialmente para o centro médico do estádio e, em seguida, encaminhado para o Hospital Pasteur, na Zona Norte do Rio de Janeiro, onde foi submetido a uma cirurgia que durou cerca de três horas e meia. A hemorragia no cérebro em decorrência do AVC sofrido pelo treinador foi estancada, e a circulação, restabelecida.

No ano passado, quando ainda comandava o São Paulo, Ricardo Gomes teve uma vasculite, considerada um pequeno AVC, e precisou ficar internado após o clássico contra o Palmeiras, pelo Campeonato Paulista. No entanto, o médico do Vasco Clovis Munhoz assegura que o problema não é relacionado com o enfrentado pelo treinador na outra ocasião.

Fonte: Globo Esporte