Surfista sobrevive a queda de onda de 18 metros em Portugal

O surfista diz que quer voltar a Nazaré ainda em dezembro para tentar quebrar o recorde de maior onda já surfada

Um surfista britânico escapou com apenas um ferimento no braço após ser arremessado para fora da prancha por uma onda gigante em Portugal.

Andrew Cotton, de 35 anos, tentava quebrar um recorde mundial em Nazaré, um tradicional reduto de altas ondas ao norte de Lisboa, quando uma onda de mais de 18 metros o atingiu.

"A queda foi grande, mas não foi tão ruim. Mesmo assim, eu fiquei submerso por muito tempo, cerca de 15 segundos", afirmou. Assista.

"Porque fiquei tanto tempo sob a água, emergi atrás do meu jet ski de segurança e, em segundos, outra onda de 18 metros quebrou na minha frente. Não havia nada que o colega do jet ski pudesse fazer, ele não conseguia chegar a tempo."

Quando a segunda onda se aproximou, Cotton mergulhou e se preparou para o impacto. Ele disse que, dessa vez, foi como ser atingido por um caminhão. "Eu hiperestendi o músculo do braço direito, senti como se meu braço tivesse sido arrancado", conta.

Depois de ser atingido por uma terceira onda, Cotton foi resgatado por um dos jet skis que o acompanhavam.

O surfista diz que quer voltar a Nazaré ainda em dezembro para tentar quebrar o recorde de maior onda já surfada - uma formação de quase 24 metros de altura em 2011, também na praia portuguesa.

Em 2013, a surfista Maya Gabeira - cinco vezes campeã do principal campeonato mundial de surfe em ondas grandes - teve um acidente semelhante em no local ao tentar quebrar um recorde pessoal. Ela foi resgatada inconsciente, mas se recuperou e teve apenas o tornozelo quebrado.

Clique aqui e curta o Portal Meio Norte no Facebook

Fonte: Globo Esporte