Recuperado, Neymar treina, e Felipão garante Hulk na equipe como titular

Treinador confirma esquema semelhante ao da Copa das Confederações e explica a diferença entre ter o atacante do Zenit ou Ramires no time

O atacante Neymar treinou normalmente nesta sexta-feira, no World Cup Stadium, em Seul, na Coreia do Sul. Recuperado de uma pancada no quadril, que o tirou da atividade da última quinta-feira, o craque do Barcelona foi um dos escolhidos para compor o ataque titular. Além dele, o Luiz Felipe Scolari escalou Jô e Hulk, que voltou ao time após ter dado vaga a Ramires.


Recuperado, Neymar treina, e Felipão garante Hulk na equipe titular

Durante a coletiva de imprensa após a atividade, Felipão confirmou a equipe com Hulk entre os titulares.

- Em princípio, eu devo sair com a equipe base da Copa das Confederações. Com o passar do jogo, vou fazer as trocas que eu acho necessárias. Coisas que eu quero observar nesses dois jogos.

Felipão trabalhou a parte tática apenas com os titulares em um lado do campo. A equipe iniciou a atividade com a seguinte formação: Jefferson, Daniel Alves, David Luiz, Dante e Marcelo; Luiz Gustavo, Paulinho e Oscar; Hulk, Neymar e Jô. Na outra parte do campo, o assistente Flávio Murtosa comandou um treino técnico, com ênfase em cruzamentos e finalizações.

Após alguns minutos de movimentação, Felipão passou a trabalhar bolas paradas ao lado da grande área. O comandante também treinou jogadas ensaiadas. Neymar e Marcelo tinham a missão de executar os cruzamentos ou buscar os lances após cobrança rápida. O treinador orientou os comandados a todo instante.

Na segunda parte da atividade, Felipão sacou o zagueiro Dante, o volante Luiz Gustavo, o meia Oscar e o atacante Jô e apostou nas entradas de Henrique, Lucas Leiva, Ramires e Alexandre Pato. O atacante do Corinthians, por exemplo, levou do comandante um puxão de orelha ao errar uma cabeçada contra Diego Cavalieri.

Felipão aproveitou para explicar a diferença entre ter Hulk ou Ramires no time titular.

- Hulk é mais atacante. O Ramires é mais de prender a bola. Taticamente, o Ramires é mais equilibrado, mas ficamos sem uma jogada de mais força. E temos isso com o Hulk. Analisando o adversário, a gente vai iniciar de uma forma e podemos modificar com o passar do jogo.

Mais para o fim do treino, Maxwell, David Luiz, Hernanes, Bernard e Lucas foram chamados e entraram nas vagas de Marcelo, Dedé, Paulinho, Hulk e Neymar, que passaram a trabalhar fundamentos com o outro grupo da seleção brasileira. O time titular ficou da seguinte maneira: Diego Cavalieri, Daniel Alves, Dedé, Henrique e Maxwell; Lucas Leiva, Ramires e Hernanes; Bernard, Lucas e Pato.

Fonte: GloboEsporte