Rede TV é declarada vencedora para transmitir o Brasileirão

Rede TV é declarada vencedora para transmitir o Brasileirão

Emissora foi a única a participar da concorrência elaborada pelo Clube dos 13

A Rede TV apresentou nesta sexta-feira oferta de R$ 516 milhões por temporada para transmitir o Campeonato Brasileiro no triênio de 2012 a 2014. Foi a única emissora convidada a participar da concorrência para TV aberta elaborada pelo Clube dos 13 ? a Globo e a Record, principais candidatas, já tinham avisado que estavam fora da disputa. Bandeirantes e SBT nem se pronunciaram.

Uma das condições imposta pela TV para o contrato ser assinado, daqui a 60 dias, é que os 20 clubes filiados aceitem a proposta, o que neste momento parece inviável, já que pelo menos dez já avisaram que pretendem negociar separadamente.

A TV Globo, atual detentora dos direitos, desistiu por não concordar com as regras da licitação e a TV Record por causa do racha entre os clubes filiados ao C13. Pelo menos dez dos 20 associados pretendem negociar separadamente, o que a Globo defende. O valor oferecido pela Rede TV foi pouco superior aos R$ 500 milhões colocado como lance mínimo ? e totaliza R$ 1,548 bilhão pelas três temporadas.

A vitória da Rede TV deixa incertezas. O Clube dos 13 ainda é responsável por negociar os direitos de transmissão em nome dos clubes, como manda seu estatuto. Mas o Corinthians já pediu a desfiliação, que será confirmada em 24 de abril, e outros devem seguir o caminho. Botafogo e Vasco já sinalizaram que enviaram documento oficial pedindo a saída, o que viabilizaria a negociação separada.

A oferta da Rede TV é válida apenas para o televisionamento com os 20 clubes aceitando os termos, o que neste momento não existe. Há a possibilidade de o caso parar na Justiça. A confusão diz respeito ao Brasileiro a partir de 2012 ? a Globo e a Bandeirantes, como subsidiária, transmitirão a competição de 2011.

A concorrência para as outras mídias (TV fechada, pay-per-view, internet e celular) será finalizada nos dias 23 e 24 de março, com os convidados apresentando suas propostas. Essa divisão na negociação foi outro motivo que descontentou a TV Globo, que sempre fechava um pacote na compra dos direitos.

Fonte: IG