Renato Gaúcho é recebido com "avalanche" em Porto Alegre

Renato Gaúcho é recebido com "avalanche" em Porto Alegre

Ídolo máximo da torcida do Grêmio assume o comando técnico da equipe nesta quinta-feira

Teve jeito de gol, de vibração pela conquista de um título. Teve avalanche no Aeroporto Salgado Filho. A tradicional comemoração da torcida nos gols do Grêmio no estádio Olímpico mudou de lugar para receber Renato Gaúcho, o maior ídolo da história do Tricolor. Cerca de 500 pessoas deram clima de jogo à chegada do novo técnico da equipe a Porto Alegre. Ele será apresentado na tarde desta quinta-feira e já comanda o time na partida decisiva da primeira fase da Copa Sul-Americana, contra o Goiás, às 19h30m (de Brasília), no Monumental.

Torcedores de várias gerações, devidamente fardados com as cores do clube e com bandeiras e faixas em punho, se concentraram no local cerca de uma hora antes do horário previsto para o desembarque do treinador. Renato não saiu pelo saguão principal. Um esquema especial foi montado pelo Grêmio e pela Brigada Militar para que ele deixasse o aeroporto por um portão alternativo. Às 12h48m, o reencontro. O veículo que transportou o técnico foi cercado pelas pessoas, ansiosas para novamente ter contato com o protagonista das conquistas da Taça Libertadores e do Mundial de 1983.

O novo comandante tricolor chega cercado de expectativa. É a esperança da apaixonada torcida para que o clube possa retomar a rota dos títulos nacionais e internacionais. O primeiro passo é tirar o time da zona de rebaixamento do Brasileirão. O Grêmio é apenas o 18º colocado.

- O Renato está voltando para colocar o Grêmio no lugar dele, para o time voltar a conquistar títulos. Renato é um cara que está aqui para ajudar, nós temos carinho por ele. Mas ele não vai ganhar sozinho. Vem para dar moral ao time ? disse o vendedor Carlos Alves.

Para o vigilante Jefferson Vaz, a diretoria acertou na contratação.

- Acho que foi uma jogada inteligente da direção. A torcida vai apoiar e vamos ficar do lado dele o tempo todo. É a figura ideal para comandar o Grêmio. Por ser um ídolo do clube, os jogadores têm que respeitá-lo ? comentou.

Fonte: Globo Esporte