Renault também pode deixar a Fórmula-1

Reunião entre membros da diretoria decidirá o futuro da equipe francesa

 A Fórmula 1 pode perder mais uma grande montadora para a temporada 2010. Depois de a Toyota anunciar que está fora da categoria, a francesa Renault pode seguir o mesmo caminho.

A decisão será tomada ainda nessa quarta-feira, após uma reunião extraordinária entre os membros da diretoria da equipe. Se for confirmada a saída, o polonês Robert Kubica, contratado recentemente, ficará sem equipe na próxima temporada. Fernando Alonso, que correu pela Renault esse ano, se transferiu para a Ferrari.

A escuderia francesa assinou o Pacto de Concórdia, comprometendo-se a permanecer na categoria até 2012, mas a brecha aberta pela Toyota seria aproveitada. A Renault perdeu credibilidade esse ano, depois que o caso de Nelsinho Piquet veio à tona. O brasileiro foi forçado pelo ex-chefe de equipe, Flavio Briatore, a causar uma batida no GP de Cingapura, em 2008, para beneficiar Fernando Alonso. Em um ano, a Fórmula 1 perdeu três equipes - Honda, BMW e Toyota - e a fábrica de pneus Bridgestone, que deixará a categoria após a temporada 2010.

Fonte: GloboEsporte