Renovação emperra, e atacante Liedson pode deixar o Corinthians

Renovação emperra, e atacante Liedson pode deixar o Corinthians

Diretoria do clube acredita que ele, agora com 34 anos, dificilmente conseguirá atuar em um nível elevado

Ficar fora da partida contra o Emelec nesta quarta-feira, em Guayaquil, às 21h50 (de Brasília), pelas oitavas de final da Libertadores, é o menor dos problemas de Liedson. Longe de apresentar o futebol que ajudou o Corinthians a conquistar o último título brasileiro, o Levezinho não convenceu a diretoria a lhe oferecer um novo contrato com tempo maior de duração e corre sério risco de ir embora no segundo semestre ? o vínculo termina em 31 de julho.

A cúpula de futebol do Timão entende que não será viável prorrogar o contrato do atacante por um longo período. A intenção do clube é estendê-lo até dezembro ou, no máximo, até meados de 2013 por acreditar que ele, agora com 34 anos, dificilmente conseguirá atuar em um nível elevado. O jogador e os representantes dele não aceitam e pedem, no mínimo, duas temporadas.

A interrupção nas conversas aconteceu para que Liedson ganhasse tempo para ouvir outras ofertas, principalmente da Europa e do Oriente Médio. O atacante entende que este será o último contrato de sua carreira e, portanto, tem a necessidade de obter bons valores. No início do ano, ele chegou a ser procurado por clubes portugueses, mas as negociações não avançaram.

O ano de 2012, aliás, vem sendo de muitas dificuldades para Liedson. Apesar de não sofrer com problemas físicos, como no ano passado, quando operou o joelho esquerdo, o desempenho técnico dele desabou. Foram apenas três gols marcados em jogos oficiais ? ele anotou também num amistoso contra o Flamengo, em Londrina, em janeiro.

Com Adriano demitido, e Elton também em baixa, Tite deu todas as chances para o Levezinho melhorar. Mas a paciência acabou com a má atuação na eliminação do Campeonato Paulista diante da Ponte Preta, no Pacaembu. Com tempo de sobra para testar possibilidades, o treinador recorreu a Willian para a função. Como ficaria fora do jogo contra o Emelec, Liedson pediu para conversar com o técnico no fim de semana, quando surgiu a ideia de que ele nem viajasse com o time para o Equador.

A diretoria do Corinthians não esconde que procura um centroavante renomado. O clube vem varrendo o mercado nacional e internacional em busca de opções. Com o dinheiro que economizou na rescisão do Imperador, e com o que pode vir a ter com a saída de Liedson, o Timão ficaria com caixa recheado para oferecer um bom salário a um atacante com maior projeção. Diego Forlán, do Inter de Milão, e Nilmar, do Villarreal, foram sondados.

Enquanto o jogador badalado não chega, o clube deve fazer mais algumas apostas. Dois jogadores para o ataque podem chegar nas próximas semanas para compor o grupo do Campeonato Brasileiro. Os nomes são mantidos em sigilo.

Fonte: Globo Esporte