Equipe de Ganso coloca hoje para prazo final de negociações; saiba

Uma das propostas previa o pagamento de R$ 2 milhões para quitar a dívida de R$ 8 milhões.

O Santos aceitou a proposta do São Paulo para vender Ganso. Mas, quando tudo indicava que a novela teria um fim, mais um empecilho foi colocado pelo clube do litoral para fechar a transação.


Representantes de Ganso colocam hoje como prazo final para encerrar negociação

O clube questiona a compra de 25% dos direitos do meia, realizada em 2009, por cerca de ? 150 mil. Argumenta que o DIS pagou muito barato por um percentual valioso já na época.

O processo, porém, não inclui apenas Ganso. O clube pleiteia direitos de outros atletas, como Wesley e André, que já foram vendidos.

Quando as vendas foram efetuadas, a diretoria santista recebeu o dinheiro dos clubes europeus, mas não repassou ao grupo DIS o percentual que era dele de direito --sob o mesmo argumento.

A ação vem sendo vencida pelos investidores. O Santos, inclusive, teve parte de suas receitas penhoradas pela Justiça para quitar o débito, de R$ 5,5 milhões (só sobre o caso de Wesley). No entanto, ainda recorre da decisão.

O fato de a Justiça estar dando ganho de causa para o DIS faz com que o grupo insista em não envolver a pendência na negociação de Ganso. Entende que foi o clube que entrou na Justiça e, por isso, o problema é dele.

Portanto, não cogita tratar desse assunto agora. E diz que a bola está com o Santos, que prometeu vender Ganso caso chegasse uma oferta de R$ 23,8 milhões --e chegou.

A questão vem sendo discutida dentro da Vila Belmiro. Ontem, o Comitê Gestor de Futebol se reuniu para tratar do assunto, mas nenhuma decisão foi tomada.

O clube já fez uma oferta para encerrar a pendência jurídica. Uma das propostas previa o pagamento de R$ 2 milhões para quitar a dívida de R$ 8 milhões.

O DIS tem o dia de hoje como prazo final para a novela se encerrar. Os agentes entendem que não será possível encerrar a negociação na sexta-feira, dia em que terminam as inscrições do Brasileiro.

Refém na situação, o São Paulo não pode fazer mais nada: apenas aguarda um acerto entre o DIS e o Santos.


Representantes de Ganso colocam hoje como prazo final para encerrar negociação

Fonte: Folha.com