Retorno de Fred decepciona e não houve nenhuma sinalização

Atacante sente a falta de ritmo de jogo e termina partida diante do Internacional sem uma finalização sequer.

A última partida de Fred havia sido a derrota do Fluminense para o Boca Juniors, no Engenhão, no dia 3 de abril. Na ocasião, ele deixou o campo sentindo muitas dores na coxa esquerda. De lá para cá, o atacante se preparou para o retorno diante do Internacional. Havia grande expectativa em relação ao seu desempenho, mas, em campo, o camisa 9 decepcionou. Sem ritmo de jogo, virou presa fácil da zaga colorada e em nenhum momento levou perigo ao gol de Muriel, no empate sem gols com o Colorado (assista no vídeo aos melhores momentos).

Logo no início do jogo, Fred deu a impressão de que poderia ser efetivo. Ligado, se movimentava e buscava sempre orientar os companheiros. Mas foi apenas um lampejo. Sem espaço e recebendo poucas bolas, não conseguia se criar. A alternativa foi tentar sair da área e fazer um trabalho de pivô para quem vinha de trás, principalmente Rafael Sobis e Thiago Neves. No entanto, raras foram as vezes em que conseguiu o domínio da bola.

No segundo tempo, sentindo um pouco o cansaço, a situação ficou ainda mais evidente. Saiu Rafael Sóbis e entrou Marcos Junior, o que teoricamente daria mais velocidade ao ataque tricolor. Mas Fred não conseguiu se destacar nem com um companheiro nas mesmas características de Wellington Nem. O resultado: mais de 90 minutos em campo e nenhuma finalização.

Abel Braga admitiu que o desempenho de Fred foi abaixo do esperado. Segundo o treinador, desde que o camisa 9 voltou a sentir dores na coxa esquerda, o tempo de treinamento foi curto. Agora, o Fluminense terá nove dias de treinamento até voltar a entrar em campo, pelo primeiro confronto da final do Carioca, contra Vasco ou Botafogo. Para Abel, este período será fundamental para Fred voltar a brilhar.

- O Fred ficou um bom tempo parado e encarou um time com uma marcação muito forte. Durante as últimas semanas, ele trabalhou pouco com os companheiros. Tivemos jogos, viagens, e isso atrapalhou. Foi natural a falta de ritmo, mas agora ele voltará a engrenar essa sequência de treinamentos e acredito na evolução.

O Fluminense desembarca no Rio de Janeiro no início da tarde desta quinta-feira. O próximo jogo contra o Internacional será no dia 10 de maio. Para conseguir a vaga nas quartas de final da Libertadores, o time precisa vencer a partida. Um novo 0 a 0 leva a disputa para os pênaltis. Empate com gols dá a vaga para os colorados.



Fonte: Globo Esporte