Ricardo Gomes minimiza vaias da torcida

São-paulinos criticaram técnico por substituir Fernandinho por Jean

A vitória por 1 a 0 sobre o Once Caldas não livrou o técnico Ricardo Gomes do descontentamento da torcida, na noite desta quarta-feira (21). Chamado de "burro" no momento em que tirou Fernandinho para colocar Jean, o treinador minimizou a manifestação dos cerca de 50 mil torcedores, no estádio do Morumbi.

- É normal quando o torcedor o vê tirar um atacante e colocar um volante, mas não tenho que ficar pensando na reação da torcida, preciso fazer o melhor para o time. Depois de nosso bom primeiro tempo, o Once Caldas mudou e ganhou o meio campo. Precisávamos reconquistar o setor e fiz as mexidas.

O capitão Rogério Ceni saiu em defesa do treinador e concordou com a mudança.

- Não dá para jogar com três atacantes durante o tempo inteiro porque os caras cansam, já que eles precisam recompor. Eles vão cansando e o adversário vai crescendo. Sei que o torcedor quer sempre mais um atacante, mas o treinador tem que pensar em fortalecer o meio.

Gomes fez a alteração no início do segundo tempo e viu o time colombiano levar perigo com uma bola na trave. Mas, instantes depois de ter sido vaiado, o treinador atendeu aos pedidos dos fãs e colocou Washington em campo na vaga de Jorge Wagner.

- O torcedor vem para ver muitos gols. É sempre melhor ter elogios, mas não posso ficar pensando nisso. O torcedor tem sempre a razão. Nós nos classificamos em primeiro lugar no grupo dificílimo.

Com o triunfo por 1 a 0 sobre o Once Caldas, o São Paulo garantiu a li

Fonte: R7, www.r7.com