Richarlyson descarta redução salarial para continuar no Atlético-Mineiro

O contrato dele terminou em dezembro de 2013



Com grandes problemas na lateral esquerda - Pedro Botelho lesionado e o recém-contratado Emerson Conceição criticado pela torcida -, uma opção caseira surgiu para o Atlético-MG: renovar o vínculo com o antigo dono da posição, Richarlyson. O clube, porém, não acena com a possibilidade de ficar com o jogador, que, por sua vez, não admite ter redução salarial para seguir em Belo Horizonte.

Em uma rápida conversa com a reportagem na Cidade do Galo, em Vespasiano, Richarlyson disse que não conversou com ninguém do clube sobre a situação e apenas está terminando de se tratar para finalizar o contrato.

O jogador rompeu o ligamento cruzado do joelho esquerdo e está há mais de seis meses parado, mas por conta de cláusulas do vínculo estabelecido com o Atlético-MG poderá ficar trabalhando até estar 100% para o futebol. O contrato dele terminou em dezembro de 2013.

Richarlyson disse ainda que conversou com Levir Culpi quando o treinador foi contratado. Porém, não teve nenhuma novidade sobre a permanência. Embora não admita ter uma redução de salário para ficar no Atlético-MG - especula-se que ele ganha em torno de R$ 200 mil mensais - o lateral disse que gostaria de ficar em Belo Horizonte. Richarlyson está no clube desde 2010 e afirmou que se sente bem na cidade, mas não gostaria de ser desvalorizado.

Por fim, o ala terminou a conversa com a reportagem dizendo que pretende fazer uma ligação ao presidente Alexandre Kalil. Todavia, ele acredita que a situação não terá nenhuma alteração.

Fonte: Terra