Rivais, tetracampeões Bebeto e Romário rasgam elogios ao técnico Joel Santana

Rivais, tetracampeões Bebeto e Romário rasgam elogios ao técnico Joel Santana

Estreante na carreira de treinador, Bebeto faz questão de dizer que com Joel não tem falsidade

No vocabulário do futebol, trairagem significa "alguém traidor, falso ou que gosta de passar os companheiros para trás". Assim, sem trairagem, o América enfrenta neste sábado o Botafogo em duelo marcado pelo encontro de três bons amigos com muitas histórias.

Os tetracampeões Bebeto e Romário nunca esconderam o afeto que nutrem pelo atual técnico do Botafogo, Joel Santana. Mas o clima caloroso promete ficar fora do campo quando começar a partida deste sábado, no Engenhão. "Vai ser um bom jogo e é legal reencontrar o Joel, um amigo que fiz no futebol. Mas espero que o América tenha mais sorte e saia vencedor", comentou o diretor de futebol Romário, que no fim do ano passado tentou convencer o amigo a dirigir o time americano na reta final da Série B do Rio.

Estreante na carreira de treinador, Bebeto faz questão de dizer que com Joel não tem falsidade. Por isso, o treinador é tão amado. "Ele é um grande amigo, grande entendedor de futebol. Um dos técnicos que tive mais orgulho de trabalhar. Com ele não tem trairagem, é honesto e sincero sempre", elogiou o ex-jogador, que um dia espera chegar no mesmo nível do amigo e adversário de hoje.

"Joel é um cara excepcional, não tem o que falar dele. Eu só estou começando na carreira de treinador. Ele é um exemplo pra mim, pois fala a língua dos jogadores", elogiou Bebeto, que foi dirigido por Joel Santana, em 1997, no Flamengo.

Fonte: Terra, www.terra.com.br