River se reapresenta e treina visando o Santos-AP

Araújo aproveitou para alfinetar a arbitragem do jogo da estreia

E ontem foi dia de retomar os trabalhos no Centro de Treinamento Afrânio Nunes, na zona Sul de Teresina. Para o elenco do River, a ideia é esquecer o empate frustrante com o Palmas na estreia da série D, e focar no próximo compromisso: o jogo contra o Santos do Amapá, fora de casa, no próximo domingo (19).

Na atividade, o técnico Flávio Araújo fez diversas repetições de jogadas e testou formações diferentes. Embora o time, o treinador e a comissão técnica estejam voltados para a semana de trabalhos no poleiro do Galo, Araújo aproveitou o reinício das atividades do time para alfinetar a arbitragem do jogo da estreia.

“No primeiro tempo criamos diversas oportunidades de gol, e uma delas aconteceu em um lance onde foi marcado o impedimento do Eduardo. Não estava. Havia três jogadores dando condição. No segundo tempo melhoramos e dominamos mais uma vez. E tivemos um gol mal anulado do Fabinho. Isso nos prejudicou, mas faz parte da competição. Não justifica o nosso resultado ruim. Não é desculpa”, disse Araújo.

Na primeira rodada, o Santos-AP empatou fora de casa contra o Guarani de Juazeiro, fato que demonstra que o peixe da Amazônia deve ser um duro oponente para o River. “É um adversário diferente, mais forte, que já vem treinando há algum tempo. Já estreou no campeonato Amapaense antes da série D (goleada de 6 a 0 sobre a equipe do Oratório, no dia 4 de julho), mas nosso time também está preparado. Vamos ter personalidade e fazer um grande jogo no domingo”, completou o técnico do Galo.

Acionado no segundo tempo do empate contra os tocantinenses, o atacante Célio Codó bem que tentou, mas não conseguiu ajudar o River a sair com o resultado positivo. No entanto, ele acredita que, no próximo jogo, a história será outra.

“É claro que queríamos ter estreado com a vitória, até para nos dar mais confiança no campeonato. Infelizmente não foi o que pensávamos. Mas sabemos da nossa condição e do trabalho que está sendo feito. Temos condições de buscar nossa primeira vitória contra o Santos-AP. Se tivéssemos aproveitado algumas das situações que criamos, a história talvez tivesse sido diferente. Poderíamos ter vencido até por um placar elástico”. O River deve viajar na sexta (17) para Macapá, para o duelo contra o Santos-AP no estádio Zerão, às 17h do domingo.

Fonte: Dowglas Lima