Roberto Carlos diz que está sendo ameaçado e pode deixar o Timão

Roberto Carlos diz que está sendo ameaçado e pode deixar o Timão

Lateral está preocupado com a segurança da família. Destino pode ser o futebol dos Estados Unidos

Após ter sido um dos alvos do protesto feito por torcedores corintianos logo após a eliminação do time na Libertadores, Roberto Carlos revelou, em entrevista por telefone ao Lancenet, nesta quinta-feira, que pensa em deixar o Corinthians. O lateral-esquerdo disse temer pela segurança de sua família, já que vem sendo ameaçado e até perseguido pelas ruas de São Paulo.

Caso a saída do Timão seja confirmada, o destino de Roberto Carlos deve ser o futebol dos Estados Unidos.

O lateral não participou dos jogos contra Tolima, Palmeiras e Ituano. O jogador diz que não entrou em campo nas três partidas por causa de dores musculares. Nesta quinta, Roberto Carlos participou normalmente de um treino físico no CT Joaquim Grava.

- Estou repensando algumas coisas, estruturando minha segurança. Estou sendo muito ameaçado por telefone e minha família também. Até motos estão perseguindo meu carro nas ruas. Isso está passando dos limites. O Fabiano (Farah, agente) está voltando do exterior no início da próxima semana. Se ele vier com alguma coisa boa, eu devo aceitar. Não vou para outro clube brasileiro, mas fora é outra situação. Vou analisar o que é melhor para mim. Posso ir embora, sim - admitiu o experiente jogador.

Procurado, Fabiano Farah, empresário de Roberto Carlos, rechaçou a possibilidade de o camisa 6 deixar o Corinthians, apesar das afirmações do próprio:

- Essas informações de que o Roberto vai embora não procedem. Ele é jogador do Corinthians.

Fonte: Globo Esporte, www.globoesporte.com