Robinho admite que a seleção brasileira sofreu com a forte marcação armada por Joel

Atacante brinca e promete dar metade do bicho para Daniel Alves

Assim que a partida contra a África do Sul terminou, Robinho correu para abraçar Daniel Alves. O lateral havia feito o gol da difícil vitória por 1 a 0 (confira no vídeo ao lado) que garantia a classificação do Brasil para a final da Copa das Confederações. Logo depois, o atacante levantou o amigo no colo. E os dois saíram juntos do gramado.

Bem marcado, Robinho não teve uma atuação destacada contra a África do Sul. Por isso, brincou e prometeu dar um presente para o herói da partida pela semifinal.

- Ele (Daniel Alves) merece metade do bicho porque fez um golaço - disse o atacante, sorrindo, após a partida.

Daniel Alves entrou improvisado na lateral esquerda aos 36 minutos do segundo tempo no lugar de André Santos. Sete minutos depois o jogador do Barcelona acertou uma linda cobrança de falta para dar a classificação ao Brasil.

- Quando ele pegou a bola, a gente deixou o Daniel Alves se concentrar bem para bater. Ainda bem que acertou um belo chute e fez o gol.

Robinho admitiu que a seleção brasileira não conseguiu furar o bloqueio armado por Joel Santana. O gol só veio em uma bola parada.

- A gente sabia que seria difícil. O Joel falou que iria jogar o time para cima, mas na verdade se retrancou desde o começo do jogo. E quando o jogo está difícil assim a gente precisa de uma bola parada para decidir a partida.

Brasil e Estados Unidos se enfrentam na final da Copa das Confederações no domingo, às 15h30m (de Brasília), no estádio Ellis Park, em Joanesburgo.

Fonte: Globo Esporte