Robinho é recebido em festa com Pelé na Vila Belmiro e promete pegar o São Paulo

Robinho é recebido em festa com Pelé na Vila Belmiro e promete pegar o São Paulo

A aproximação do helicóptero fez a Vila Belmiro explodir como se fosse um gol em uma final.

Em grande estilo e muito bem acompanhado, o atacante Robinho chegou à Vila Belmiro para ser apresentado à torcida do Santos. O craque chegou de helicóptero ao lado do Rei Pelé, às 12h16m, recebido por 12 mil pessoas, segundo estimativas do clube. O Rei das Pedaladas acertou contrato com o Peixe até o dia 4 de agosto, quando terá de retornar ao Manchester City. E em seu primeiro discurso aos torcedores, prometeu enfrentar o São Paulo, no próximo domingo, no Morumbi.

A aproximação do helicóptero fez a Vila Belmiro explodir como se fosse um gol em uma final. O Rei e o Príncipe (como Robinho é chamado desde 2002) foram saudados. Para a torcida, foi uma surpresa ver Pelé, que pegou Robinho pelas mãos e os dois correram pelo gramado.

Logo depois, Robinho subiu ao palco, onde a banda de rock Charlie Brown Jr., liderada pelo vocalista Chorão, com quem chegou a cantar uma das músicas do repertório do grupo. O Rei Pelé também acompanhou os dois e improvisou ao receber o microfone das mãos do roqueiro.

- Você quer que eu cante, toque ou fale? ? brincou Pelé.

Logo depois, Pelé disse que está otimista em ver Robinho voltar ter boas atuações.

- Eu amo vocês. Robinho, o bom filho à casa torna. Tenho certeza que vou vê-lo se recuperar aqui no Santos e voltar à seleção ? disse Pelé.

A torcida santista respondeu com gritos de ?Ei, ei, ei, Pelé é o nosso rei!". Em seguida, Robinho falou pela primeira vez aos torcedores como jogador do Santos.

- Estou muito feliz. Não dá pra tirar fotos com todos, mas este momento vai ficar gravado na minha vida. Tenho um amor muito grande pelo Santos, que é o time que me projetou no futebol. Sempre me orgulhei de vestir essa camisa. Quero ver todos felizes com uma vitória. Vamos treinar, e contra o São Paulo, estamos juntos ? prometeu Robinho.

O presidente do Santos, Luiz Alvaro de Oliveira Ribeiro, entregou a camisa branca com o número 7 e o nome escrito Robinho ao atacante, que imediatamente vestiu, para delírio da torcida, que gritava "Ô-lelê, ô-lalá, Robinho vem aí, e o bicho vai pegar".

Emoção e vontade de ficar

Mais tarde, na entrevista coletiva, Robinho descreveu a emoção do desembarque na Vila Belmiro.

- Foi emocionante essa chegada. Quando vi a Vila lotada para me receber, passou um filme: dos gols, as jogadas, os momentos felizes que passei aqui. No Santos, me sinto em casa.

Sobre o contrato de empréstimo ao Santos, que vai até o dia 4 de agosto, o atacante admitiu que pode tentar prolongar.

- Quando se chega a um clube e é recebido dessa maneira, dá vontade de ficar muito tempo. Se o presidente quiser alongar o meu contrato, eu fico aqui uns quatro anos.

Sobre a intenção de disputar a Copa do Mundo de 2010, na África do Sul, Robinho disse que é necessário separar seu objetivo dentro do Santos e na seleção brasileira.

- O objetivo não é só seleção. Pois dá impressão que só vim aqui usar o Santos para treinar. Quero ser campeão do Paulistão e da Copa do Brasil, títulos que ainda não conquistei - disse.

Fonte: GloboEspote, www.globoesporte.com