Rodrigo Caio aprova “limpa geral” no São Paulo

Terminar o ano dignamente, diz Rodrigo

Rodrigo Caio mostrou toda sua grandeza e sua representatividade dentro do São Paulo na manhã desta sexta-feira, em entrevista coletiva no CT da Barra Funda. Jogador formado nas categorias de base do base do clube, o zagueiro abriu mão das respostas prontas e convencionais, adotadas pela maioria dos atletas hoje em dia, e falou tudo o que pensa sobre a situação do Tricolor nessa temporada. Não faltaram respostas fortes, a começar pela acusação de falta de entrega de alguns atletas do grupo que, na visão de Rodrigo, ficaram escancaradas no empate nesta quinta, contra o Grêmio, no Morumbi.


“Acho que é falta comprometimento. A gente treina, o técnico pede para nós, pede para recompor, todo mundo se ajudar. Em alguns momentos entendemos que há desgaste (físico), mas cada um tem de ter sua reflexão. Para um time vencer, todo mundo tem de se dedicar, se ajudar da forma que precisa. Por isso vivemos esse momento tão difícil”, comentou o jogador de apenas 23 anos, mas que não poupou críticas ao posicionamento de seus companheiros em campo.

Image title

Acho que a diretoria tem todo o direito de fazer isso, pelo ano que fizemos. Cada jogador sabe disso. Temos três jogos para acabar o Brasileiro, três jogos para cada jogador mostrar que tem condições de permanecer. Se a diretoria resolver fazer uma limpa geral ou uma reestruturação completa, não podemos falar nada. Eles estão no direito deles pelo ano que a gente fez”, analisou o campeão olímpico.


Fonte: iG