Romário acerta pagamento da pensão com a ex e é liberado no Rio

Os valores não foram divulgados.

O atacante Romário, detido na última terça-feira por falta de pagamento de pensão alimentícia dos filhos, está liberado. O ex-jogador acertou a pendência com Mônica Santoro e deixou o Fórum da Barra da Tijuca, Zona Oeste do Rio de Janeiro aproximadamente às 16h45m. Sergio Fisher, advogado da ex-mulher, afirmou que as partes chegaram a um acordo e que ele não devia só os juros, mas sim uma parte da parte da pensão. Os valores não foram divulgados.

- Os dois entraram em um acordo, o Romário está solto, e Mônica recebeu o que estávamos cobrando. Não tem correção é a principal (pensão) mesmo e não tem reajuste. Normalmente o juiz decreta a prisão por falta de pagamento em até três meses de atraso e a audiência que aconteceria no próximo dia 23 foi antecipada para hoje - disse ele.

Problemas com a Justiça viram rotina na vida do ex-jogador Romário

Romário deixou a delegacia no início da tarde desta quarta-feira com um semblante tranquilo. Ele foi acompanhado de alguns policiais e de amigos que chegaram cedo ao local.

Mandado de prisão

O mandado de prisão foi expedido pelo juiz Antonio Aurélio Abirania, da 2ª Vara de Família da Barra. Romário passou a noite na 16ª DP e ficou numa cela separada dos outros presos. Essa não foi a primeira vez que o ex-jogador teve que comparecer para prestar depoimento quanto aos problemas de pensão dos filhos Moniquinha, de 19 anos, e Romarinho, de 15. Em agosto de 2004, quando atuava no Fluminense, ele também teve problemas depois que Mônica Santoro reclamou de atraso no pagamento.

Fonte: Globo Esporte, www.globoesporte.com