Romário cobra CPI e ataca CBF: "Confederação Brasileira de Falcatruas"

O deputado aproveitou para reiterar as acusações sobre o "doping clandestino" da Federação Paulista de Futebol (FPF)

O deputado federal Romário (PSB-RJ) discursou nesta quinta-feira na tribuna do plenário da Câmara dos Deputados pedindo a imediata instalação de uma comissão parlamentar de inquérito (CPI) para investigar as transações da Confederação Brasileira de Futebol (CBF).

"A sigla da CBF poderia ser substituída por Confederação Brasileira de Falcatruas", disse o deputado, depois de relembrar inúmeras denúncias contra a entidade, dentre elas a de que o dinheiro de patrocínio da TAM não ia para os cofres da entidade e sim para a conta particular de Wagner Abrahão, dono do Grupo Águia e grande amigo de Ricardo Teixeira, ex-presidente da entidade.

Romário apelou ao presidente da Câmara, Henrique Alves (PMDB-RN), com o argumento de que uma CPI para investigar a CBF não iria manchar a mensagem do País. Para ele, a instalação da comissão parlamentar passaria a imagem ao exterior de "zelo com o nosso futebol".

O deputado aproveitou para reiterar as acusações sobre o "doping clandestino" da Federação Paulista de Futebol (FPF). Apesar dos indícios de irregularidades na CBF, há um consenso na base governista de que uma investigação parlamentar com uma lupa em cima da CBF a pouco mais de um ano para a Copa do Mundo de 2014 só faria mal à organização do evento.

No ano passado, Romário conseguiu as assinaturas necessárias de outros deputados apoiando a implementação da CPI, que depende de Henrique Alves para ser colocada em funcionamento.

Fonte: Terra