Copa-2014: Romário diz que Fifa está "100%" certa por criticar Brasil

Copa-2014: Romário diz que Fifa está "100%" certa por criticar Brasil

Romário, no entanto, disse que o Brasil é soberano.

O deputado federal Romário (PSB-RJ) comentou pelo Twitter as declarações do secretário-geral da Fifa, Jérôme Valcke sobre a Copa-2014. O cartola disse que "não há muita coisa se mexendo" e que os organizadores precisavam levar "um chute no traseiro". O ex-jogador concordou em parte.

"Quando o Valcke usou a expressão "dar um chute no traseiro" considerei mal colocada e no mínimo mal educada. Mas ele tem 100% de razão quando fala que o Brasil está atrasado", publicou Romário no Twitter, na noite de sexta.

"Quando ele disse que a Comissão da Lei Geral da Copa precisa se mexer, não serve para mim e nem para alguns outros pouquíssimos. Mas serve para muita gente."

Valcke havia dito que a Fifa estava particularmente preocupada com transportes e alojamento, e também com a demorada tramitação pela burocracia brasileira de leis relacionadas à venda de álcool nos estádios.

A Lei Geral da Copa deve ser votada na próxima terça-feira na Comissão Especial criada para analisar este tema. A votação já foi adiada várias vezes.

"Não entendo por que as coisas não estão avançando. Os estádios não estão mais no prazo, e por que muitas coisas estão atrasadas? A preocupação é que nada é feito ou preparado para receber muita gente. Lamento dizer que as coisas não estão funcionando no Brasil", disse Valcke, na sexta, na Inglaterra.

Embora tenha concordado sobre os atrasos, Romário defendeu a soberania do Brasil em relação a Fifa. Ele já vem atuando com algumas reivindicações para a Copa-2014.

"Continuo a afirmar que FIFA não tá acima da soberania do Brasil. E vou continuar brigando pela soberania do nosso País no plenário", escreveu Romário.

Fonte: Folha.com